Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.317,27
    -1.039,48 (-2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Realme 2.0 baseada no Android 11 chega a mais 5 celulares da Realme; veja quais

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

A nova interface da Realme baseada no Android 11, a Realme 2.0, chegou para mais cinco aparelhos da marca chinesa em caráter de teste, revelou o site XDA-Developers. A atualização foi lançada em setembro de 2020 e tem foco em personalização, otimização e privacidade.

Segundo informações publicadas em fóruns da Realme, usuários dos modelos Realme 6, Realme X3, Realme X2, Realme C12 e Realme C15 já podem se registrar para ter acesso antecipado à interface Realme 2.0 baseada no Android 11.

Nova interface da Realme chega para mais cinco aparelhos (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)
Nova interface da Realme chega para mais cinco aparelhos (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Em setembro passado, a fabricante já havia prometido a atualização beta para os Realme 6 Pro e 7 Pro, Narzo 20 Pro, Realme X2 Pro, além da versão estável para o topo de linha Realme X50 Pro no final de novembro de 2020.

Realme 2.0: principais novidades

Os usuários que estiverem aptos para testar a Realme 2.0 terão uma experiência completamente diferente da antecessora em termos de personalização. Segundo a marca, a interface é a "mais aberta de todas", trazendo suporte para pacotes de ícones e launchers de terceiros.

Entre as principais funções da nova versão há o chamado Global Theme, que dá liberdade ao usuário para definir entre cinco tipos de cores (e suas variantes) e 10 cores únicas como destaques do celular, como ícones de configuração, pastas e botões. O modo Always-on Display também traz novidades, como poder criar uma arte própria de exibição.

O popular Modo Escuro também recebeu diferentes opções de intensidade, permitindo ao usuário definir entre três tons escuros.

Os usuários poderão definir a intensidade do modo escuro (Foto: Divulgação/Realme)
Os usuários poderão definir a intensidade do modo escuro (Foto: Divulgação/Realme)

Com relação à segurança, a Realme UI 2.0 traz um pacote de recursos relacionados a proteção de dados chamado Deep Sea Privacy. Com ele, a empresa garante que os usuários terão suas informações pessoais protegidas contra eventuais vazamentos; o recurso também disponibiliza uma pasta privada para armazenar arquivos confidenciais. Pagamentos feitos através da interface também serão protegidos de atividades suspeitas, garante a marca chinesa.

Infelizmente, nenhum dos modelos citados acima estão à venda no Brasil, mas a Realme já afirmou que pretende trazer as linhas Realme C, Narzo e X ao país. A expectativa é de que, quando isso acontecer, os aparelhos já sejam comercializados com a interface Realme 2.0.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: