Reajuste do benefício para quem ganha acima do mínimo será de 6,20%

SÃO PAULO - O Ministério da Previdência Social afirmou, nesta quinta-feira (10), que os beneficiários que ganham acima de um salário mínimo terão reajuste de 6,20%, conforme o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) anunciado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Com isso, o novo teto da Previdência passa a ser R$ 4.159.

As portarias dos ministérios da Fazenda e Previdência Social com os índices de reajustes destes benefícios e a nova tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso será republicada, nesta sexta-feira (11), atualizando os valores.

Impacto
Com a correção do índice de 6,15% para 6,20%, os 9,2 milhões de benefícios acima do piso previdenciário representarão impacto líquido de R$ 9,2 bilhões.

Já o novo salário mínimo, R$ 678, atinge 20 milhões de benefícios e representa impacto líquido de R$ 10,7 bilhões nos benefícios do RGPS (Regime Geral de Previdência Social) pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social em 2013.

Carregando...