Mercado abrirá em 2 h 24 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,14
    +0,59 (+0,73%)
     
  • OURO

    1.791,50
    +31,60 (+1,80%)
     
  • BTC-USD

    17.096,67
    +225,97 (+1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,71
    +4,01 (+1,00%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.586,05
    +13,00 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    18.736,44
    +139,21 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    28.226,08
    +257,09 (+0,92%)
     
  • NASDAQ

    12.011,00
    -31,25 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

'Reafirmamos que a Bahia tem lado', diz Jerônimo Rodrigues após desempenho no 1º turno

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT) comemorou o bom desempenho que teve no primeiro turno da disputa pelo Governo da Bahia e destacou a frente de cerca de 4 milhões de votos que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve no estado.

"O Brasil precisa entender a importância de eleger Lula presidente. Lula traz de volta a esperança do combate à fome e ao desemprego. Tenho certeza que nessa eleição não mudou nada. Nós só reafirmamos que a Bahia tem lado", disse o petista.

Com 99,98% das urnas apuradas, Jerônimo teve 49,5% dos votos válidos contra 40,8% de ACM Neto. Ambos vão disputar o segundo turno na Bahia, o primeiro em uma eleição para o governo do estado desde 1994.

O petista se disse otimista com uma possível vitória no segundo turno e disse que vai trabalhar para ampliar a frente de votos de Lula na Bahia.

Questionado sobre o posicionamento de seu adversário no segundo turno da eleição presidencial, Jerônimo disse que o tema não é uma preocupação para o grupo.

"Ele já mudou até de cor, tudo é possível. A gente não vai se preocupar com que ele vai fazer. Nós vamos cuidar do lado de cá".