Mercado fechará em 4 h 47 min

Reabertura em São Paulo será feita com cautela, diz vice-presidente da C&A

Alexandre Melo

Varejista tem 50 lojas de ruas no Brasil, duas na capital paulista Apesar da liberação para reabertura do comércio nas ruas e shopping centers esta semana pela prefeitura de São Paulo, a rede de vestuário C&A ainda analisa o cenário com cautela e calma, disse o vice-presidente de operações, Fernando Brossi, em nota enviada ao Valor.

Hoje, as lojas de rua funcionaram das 11h às 15h e amanhã os centros de compras estão autorizados a abrirem das 16h às 20h. No país, são 50 lojas de rua. Na capital paulista são duas, sendo que a unidade Augusta abrirá só amanhã e a da Rua 24 de Maio, na sexta.

A varejista ainda não tem definido quando serão as reaberturas de suas 20 unidades nos shoppings. Conforme o decreto municipal, as lojas desses empreendimentos estão proibidas de receber mais do que 20% do público que costumavam atender diariamente.

Das 286 lojas, 85 já estão funcionando em 11 Estados mais o Distrito Federal, sendo que o retorno às atividades foi em 26 de abril. “[...] A C&A vem adotando o processo interno de reabertura das lojas de rua com toda cautela e calma”, afirmou Brossi.

“Vamos adotar todos os protocolos de segurança que já estamos utilizando em nossas unidades, além das especificidades determinadas pela capital paulista, sempre pensando na segurança e a saúde dos nossos associados e clientes”, disse o executivo na nota.

Com as lojas fechadas, a C&A, assim como alguns correntes, acelerou a implantação do sistema clique e retire em drive thrus, disponível em 161 pontos no país. O cliente compra pelo site ou aplicativo e retira o pedido sem sair do carro na loja física. Pedidos feitos até as 15h podem ser retirados no mesmo dia.