Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    0,00 (0,00%)
     
  • OURO

    1.776,10
    -7,30 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    32.650,65
    -1.337,31 (-3,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    783,64
    -26,55 (-3,28%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.907,42
    +90,35 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    28.920,12
    +45,23 (+0,16%)
     
  • NASDAQ

    14.299,50
    +36,50 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9270
    -0,0015 (-0,03%)
     

Raysut Cement recebe certificações CE e NF por conformidade com padrões europeus; prepara-se para exportar para países da UE

·4 minuto de leitura

Certificações confirmam a rigorosa adesão da RCC às normas verdes, de segurança e qualidade; a RCC também é endossada pela BIS India e SABPS South Africa

Em um endosso que apoiará exportações para mercados da União Europeia (UE), o maior fabricante de cimento do Omã, a Raysut Cement Company (RCC), recebeu as certificações CE e NF, duas restritas normas de qualidade global validando a adesão da RCC aos padrões da União Europeia na produção de cimento.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210517005986/pt/

Mr. Joey Ghose, Group CEO, RCC - (Photo: AETOSWire)

A RCC, listada na Bolsa de Valores de Muscat (Muscat Stock Market, MSM), disse que as certificações chegam em um momento que as exportações estão se expandindo para mercados globais mais novos. Atualmente, 50% da produção da empresa é exportada para a África Oriental, Índia, Maldivas, África do Sul e ilhas do Oceano Índico.

"Consideramos as certificações CE e NF como um testemunho do nosso compromisso para melhorar constantemente a qualidade do produto e processos em conformidade com rigorosas regulamentações globais de segurança, qualidade e ambiental", disse o diretor executivo do Grupo, Joey Ghose.

A marca CE (Conformité Européenne), previamente a marca EC, é obrigatória para comercializar determinados produtos na Área Econômica Europeia (European Economic Area, EEA) desde 1985. A marca NF da entidade de certificação AFNOR é uma norma de conformidade francesa que garante a segurança, qualidade, habilidade e desempenho do uso.

"As certificações se encaixam em nossa estratégia de exportação para novas geografias, enquanto a marca CE que endossa a conformidade com as regulamentações verde, de saúde e segurança nos permite comercializar nosso produtos na Islândia, Liechtenstein e Noruega", disse Ghose.

Receber as certificações também coincide com a conquista da RCC de um novo pedido de exportação das Ilhas Reunião no Oceano Índico Ocidental, e um contrato anual já foi assinado com o Enterprise Audemard Group da ilha francesa para enviar 8.000 toneladas métricas de cimento mensalmente. A primeira remessa já foi recebido pelo destinatário. A RCC também está buscando instalar uma unidade de moagem em Madagáscar para alavancar o crescimento de 7-8%, ano após ano, no mercado daquele país.

A RCC atualmente possui uma produção de 6 milhões de toneladas métricas de cimento, programada para aumentar para 10 milhões até 2022, e depois para 22 milhões de toneladas. Ghose disse que a pandemia da COVID-19 gerou um grande desafio para os negócios, mas que a RCC está enfrentando isso com sucesso, sem mudanças na liderança ou visão.

Recentemente, a RCC recebeu certificações de outras partes do mundo, ampliando seu escopo de exportação. Estas são do BIS (Bureau of Indian Standards), permitindo estabilizar sua presença na Índia, e da SABPS (South African All Brothers Products and Systems) para ajudar a RCC a potencializar o mercado sul africano.

Salim bin Ahmed bin Alawi Al Ibrahim, diretor executivo interino adjunto do Grupo RCC, disse: "O cimento atualmente produzido na planta de Salalah da RCC alcançou o mais restrito critério ambiental de conteúdo de cromo hexavalente (Cr6+) de menos de duas partes por milhão. A certificação NF também abre novas oportunidades de mercado, e estamos introduzindo agora uma marca de cimento de qualidade superior nas colônias francesas nas Ilhas Reunião no Oceano Índico".

No ano passado a RCC ganhou a honraria ‘Diretor Executivo do Ano’ pelo seu diretor executivo do Grupo, Joey Ghose, tanto pelo Prêmio de Melhor Empregador do Ano de Omã quanto pelo Prêmio de Melhor Empregador GCC do Employer Branding Institute, o que reforçou a excelência da empresa na liderança, saúde e segurança, tecnologia, treinamento e gestão de talentos.

"Treinamos regularmente nossos funcionários durante o trabalho, e os enviando ao exterior para atualizar suas habilidades. Esse treinamento nos ajuda a implementar estritamente as normas de qualidade, ambientais e de segurança em nossas instalações de produção para melhorar nossos produtos, em linha com a demanda global", acrescentou Al Ibrahim.

*Fonte: AETOSWire

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20210517005986/pt/

Contacts

Mohammed Ahmed Barakat Al-Ibrahim,
Gerente sênior de comunicações, +96890999388

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos