Mercado abrirá em 3 h 11 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,43
    +0,68 (+1,14%)
     
  • OURO

    1.725,20
    -8,40 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    51.292,46
    +2.226,44 (+4,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,08
    +38,99 (+3,95%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.696,08
    +82,33 (+1,24%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.147,50
    +92,25 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Raya e o Último Dragão terá lançamento pago no Disney+

Beatriz Vaccari
·3 minuto de leitura

A nova animação da Disney, Raya e o Último Dragão, ganhou um novo trailer que revela mais detalhes e cenas inéditas do filme. Enquanto a primeira prévia, divulgada em dezembro, durante o Good Morning America, ressaltava os efeitos visuais e as cenas de ação, o novo vídeo oferece muito mais do enredo do longa, que estreará em março de 2021.

Assim como diversos outros projetos dos estúdios, Raya e o Último Dragão terá uma estreia especial no Disney+, seguindo a mesma linha do live-action de Mulan. Em novembro, o co-CEO da The Walt Disney Company comentou durante a revelação de lucros trimestrais que o Premier Access está sendo estudado para englobar mais títulos no futuro.

O lançamento de Raya nos cinemas é uma possibilidade pequena. Em nota, a Disney divulgou que a exibição está sujeita à abertura das salas de acordo com a regulamentação local de cada país. Por outro lado, a animação foi confirmada como a próxima estreia dessa nova modalidade de compra e aluguel na plataforma de streaming. Assim como aconteceu com Mulan em 2020, os assinantes deverão pagar uma taxa extra além da assinatura para assistir ao filme até que ele se torne parte integrante do catálogo.

Raya e o Último Dragão pulará estreia nos cinemas e será um título premium da Disney antes de parte integrante do catálogo (Imagem: Divulgação / Disney)
Raya e o Último Dragão pulará estreia nos cinemas e será um título premium da Disney antes de parte integrante do catálogo (Imagem: Divulgação / Disney)

A companhia não anunciou quanto o aluguel de Raya e o Último Dragão vai custar, mas se seguir a mesma faixa de preço de Mulan, o aluguel deve custar por volta de US$ 30 (cerca de R$ 159 na conversão direta), fora o valor da mensalidade.

Vale lembrar que essa estratégia é diferente de Soul, o mais recente lançamento da Pixar, que também pulou a exibição nas telonas e foi direto para o streaming. Em dezembro, durante o Disney Investor Day 2020, a empresa chegou a divulgar que outros filmes previstos para o cinema tiveram a estreia repensada e chegarão diretamente ao Disney+, como os live-actions de Pinóquio, Peter Pan & Wendy e possivelmente Cruella.

Raya e o corcel Tuk Tuk em uma das primeiras imagens divulgadas pelos estúdios (Imagem: Divulgação / Disney)
Raya e o corcel Tuk Tuk em uma das primeiras imagens divulgadas pelos estúdios (Imagem: Divulgação / Disney)

Raya e o Último Dragão acompanhará a jornada da protagonista em busca do último dragão titular após o cruel vilão Druun ameaçar tomar conta do reino de Kumandra. Acompanhada de seu fiel corcel Tuk Tuk, que os produtores descrevem como "uma mistura de urso com uma versão inseto de um tatu", Raya encontrará uma criatura chamada Sisu, um dragão de água que pode se transformar em forma humana.

O elenco de voz original conta com nomes de peso, com Kelly Marie Tran (Rose Tico em Star Wars) interpretando Raya e Awkwafina (Podres de Rico, A Despedida) emprestando sua voz a Sisu, o último dragão. Don Hall, que trabalhou em Operação Big Hero e Moana, dirige o filme ao lado de Carlos López Estrada. Ao Entertainment Weekly, os cineastas revelaram que Raya e o Último Dragão é o "filme de animação mais bonito" que já viram.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: