Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,60
    +0,15 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.719,20
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    20.025,30
    -328,74 (-1,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,54
    -7,58 (-1,64%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.823,93
    -188,22 (-1,04%)
     
  • NIKKEI

    27.149,76
    -161,54 (-0,59%)
     
  • NASDAQ

    11.550,25
    +8,50 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1032
    -0,0103 (-0,20%)
     

Raquetes de Jorge Paulo Lemann viram R$ 90 mil para a Gerando Falcões

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Durante um almoço com apoiadores da Gerando Falcões nesta quinta-feira (1º), Edu Lyra, fundador da ONG, conseguiu arrecadar R$ 90 mil com um leilão improvisado de duas raquetes de tênis usadas pelo empresário Jorge Paulo Lemann.

A ideia começou na semana passada, em outro evento da Gerando Falcões, quando leiloaram raquetes assinadas pelos tenistas Roger Federer e Serena Williams.

O bilionário se comprometeu a enviá-las em 15 dias.

Segundo Lyra, Lemann já reverteu, junto a uma comunidade de empresários, R$ 150 milhões em investimentos para favelas.