Mercado abrirá em 2 h 8 min

Rappi anuncia “shopping center” na palma da mão do consumidor

Alberto Rocha

Batizado de Rappi Mall, a nova modalidade começa a funcionar nesta semana e promete fazer entregas de lojas situadas em shoppings centers em São Paulo dentro do período de 1h. De início, serão 50 marcas contempladas como a Fast Shop, Decathlon, Saraiva e L’Occitane, por exemplo.

A ideia é que o novo serviço seja expandido para as 60 cidades brasileiras em que a startup colombiana opera e alcance mil parceiros de diversos segmentos ainda esse ano.

“Assim que o usuário fechar o pedido no aplicativo, mandamos uma mensagem para a loja preparar o pacote e o entregador já se dirigir ao local”, explica Eduardo Sodero, diretor da Rappi no Brasil.

Contudo, essa notícia não chega em um bom momento para a Rappi no país. Isso porque, essa semana, o desembargador Francisco Ferreira Jorge Neto, da 14ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) de São Paulo, reconheceu o vínculo empregatício entre a Rappi e um entregador. Isso confirma a decisão da primeira instância e abre um importante precedente para a empresa e seus colaboradores. Saiba mais aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: