Mercado fechará em 3 h 3 min

Raoni diz que Bolsonaro mentiu na ONU: "Fazendeiros botam fogo no planeta"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minutos de leitura

O cacique Raoni Metukture defendeu os indígenas após a acusação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em discurso na Assembleia Geral da ONU, de que são eles os responsáveis por incêndios na Amazônia.

Após ter sido submetido a exames do coração, em Sinop (MT), Raoni procurou a imprensa para dizer que Bolsonaro é mentiroso.

“Não aceito. Ele diz no jornal que índio está botando fogo no planeta, isso é pura mentira. São os próprios fazendeiros. Alguns fazendeiros prejudicam a mata, a natureza. Madeireiros, garimpeiros... Eles que estão botando fogo no planeta”, disse o líder do grupo Kayapó no sábado (26).

Na última terça, Na ocasião, Bolsonaro elogiou a política do governo para o meio ambiente, disse que o Brasil é vítima de desinformação e afirmou que os incêndios na Amazônia são causados “pelo índio e pelo caboclo, que queimam seus roçados”.

Leia também:

Raoni disse ainda que sempre teve apoio de outros presidentes para defender e preservar o meio ambiente por meio de políticas públicas. No entanto, segundo ele, a partir deste ano, não conseguiu mais discutir essas questões devido à falta de diálogo com o atual presidente.

“Somos os primeiros habitantes nessa terra e depois o homem branco que já vem destruindo a vida e a natureza, isso me preocupa. Quero dizer aqui pra vocês, que ex-presidentes que já sentaram no cargo como: Tancredo Neves, Sarney, Color... Todos que passaram nunca houve desentendimento comigo. Nunca tiveram problema. Estes presidentes acolheram minhas demandas, de preservar a natureza”, comparou.

Na Amazônia, principal alvo de preocupação da comunidade internacional, os alertas de desmatamento subiram 34% de agosto de 2019 a julho de 2020, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O Pantanal teve em setembro o recorde histórico de focos de incêndio para o mês.

No discurso, Bolsonaro disse que a floresta amazônica é úmida. Por isso, segundo ele, o fogo não se alastra pelo interior da mata. A fala foi desmentida por ambientalistas e ecologistas.