Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,93
    -1,35 (-1,77%)
     
  • OURO

    1.748,80
    -5,20 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    16.266,51
    -217,77 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,06
    -0,59 (-0,16%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.139,50
    -143,53 (-0,51%)
     
  • NASDAQ

    11.686,75
    -96,00 (-0,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6174
    -0,0070 (-0,12%)
     

Ranking mostra os melhores (e piores) serviços públicos digitais do Brasil

A pandemia de covid e o distanciamento social aceleraram a transformação digital no Brasil, e muitos dos serviços que já estavam em processo de digitalização foram disponibilizados nos últimos dois anos. Com isso, nosso país foi reconhecido pelo Banco Mundial como o o segundo com mais alta maturidade de governo eletrônico. Mas será que as funcionalidades disponibilizadas para a população agradaram?

A resposta está em um ranking divulgado na segunda-feira (21) pela Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. A lista de qualidade da plataforma gov.br conta com 672 serviços e 58 órgãos, que receberam mais de 4,7 milhões de avaliações no período de novembro de 2021 a outubro de 2022.

A votação aconteceu pela própria plataforma, na conclusão do atendimento a cada usuários, que pôde avaliar com uma nota de 1 a 5. Entre os critérios julgados pela população estão clareza das informações, linguagem adequada ao público, facilidade de uso, qualidade dos canais de comunicação, custo ou esforço para a obtenção do serviço e disponibilidade, entre outros.

Serviços públicos digitais mais bem votados

Os três serviços mais bem avaliados pelos usuários da plataforma gov.br foram o Cadastro de Agentes de Registro da ICP Brasil (nota 4,98); a Solicitação de alteração de certificado de inspeção de importação de bebidas, fermentados acéticos, vinhos e derivados da uva e do vinho emitido (4,95); e o Protocolo de documentos no Ministério da Defesa (nota 4,94).

Entre os órgãos, os destaques foram o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com 100% dos serviços integrados e nota final 4,8; o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), com 76% de integração e nota 4,6; e o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), que aderiu 100% de seus serviços ao GOV.BR e recebeu nota 4,5.

Confira abaixo os dez serviços públicos digitais melhores avaliados:

Os serviços públicos digitais campeões de qualidade no atendimento, segundo os usuários (Imagem: Divulgação/Ministério da Economia)
Os serviços públicos digitais campeões de qualidade no atendimento, segundo os usuários (Imagem: Divulgação/Ministério da Economia)

Serviços públicos digitais com piores avaliações

Já na outra ponta, no final da lista, alguns serviços que receberam muitas avaliações e ficaram nas últimas posições do ranking também chamam a atenção. É o caso do Consultar Código do Imóvel Rural, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, que ficou na posição 273, com nota final 3,48 e mais de 8,2 mil avaliações.

O DNIT - Consultar multas aplicadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), ficou na posição 274, com nota 3,45, em mais de 10 mil avaliações; Validar Documentos Digitais, Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, ficou no lugar 276, com nota 3,29, em mais de 8,6 mil votos; e Consultar informações do CRV atual do veículo, do Ministério da Infraestrutura (MINFRA), ficou em 280º, com nota 3 e mais de 4,7 mil opiniões.

Os serviços públicos digitais que menos agradaram no atendimento, segundo os usuários (Imagem: Divulgação/Ministério da Economia)
Os serviços públicos digitais que menos agradaram no atendimento, segundo os usuários (Imagem: Divulgação/Ministério da Economia)

Consultar, reclamar, denunciar, sugerir - CVM, da Comissão de Valores Imobiliários (CVM) amargou a última posição da lista, com nota 2,4, em 242 avaliações. A lista completa está na página Governo Digital do Ministério da Economia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: