Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.506,10
    -1,87 (-0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Randolfe pede ao STF que ministro da Justiça e PRF sejam investigados

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 24.10.2022: MONICA BERGAMO - Ato em defesa da Democracia e do Brasil com a participação de Lula e Haddad, no Teatro Tuca. Na foto, Randolfe Rodrigues (senador). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 24.10.2022: MONICA BERGAMO - Ato em defesa da Democracia e do Brasil com a participação de Lula e Haddad, no Teatro Tuca. Na foto, Randolfe Rodrigues (senador). (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) irá solicitar ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ministro da Justiça, Anderson Torres, e o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Silvinei Vasques, sejam investigados. O parlamentar citará as operações que dificultaram o acesso de eleitores aos seus locais de votação no domingo (30) e os bloqueios de rodovias por bolsonaristas que ocorrem em todo o país.

A petição será apresentada no âmbito do inquérito dos atos antidemocráticos, que tramita na corte superior.

Ao menos 140 pontos de bloqueios ou aglomerações em vias de 18 estados e do Distrito Federal já foram identificadas pela PRF até esta segunda-feira (31).

A mobilização de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) teve início ainda no domingo de votação. Eles protestam contra o resultado das eleições, que teve Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como vencedor na disputa pelo Planalto.

A PRF, no entanto, não agiu sobre os bloqueios. Em um vídeo que circula nas redes sociais, agentes da PRF dizem que a ordem é só permanecer no local.

"A única coisa que eu tenho a dizer nesse momento é a única ordem que nós temos é estar aqui com vocês, só isso", disse um policial que acompanhava um bloqueio em Palhoça (SC).

A postura contrasta com a adotada no domingo, quando a corporação descumpriu ordem judicial e intensificou operações contra o transporte público de eleitores.

Pedidos de afastamento, e até mesmo de prisão, contra o diretor-geral da PRF foram apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante a realização do segundo turno do pleito, mas foram indeferidos após Silvinei Vasques dar explicações à corte eleitoral e ser dada continuidade à votação.

Ao acionar o STF, o senador Randolfe Rodrigues também irá solicitar o afastamento cautelar do diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, e a apresentação, em até 24 horas, de um plano para a liberação de rodovias por um eventual substituto.

O parlamentar também pede que seja apurado por que a Polícia Rodoviária Federal e o Ministério da Justiça não atuaram ao longo desta segunda-feira para que as estradas do país fossem desobstruídas.

Como mostrou a Folha de S.Paulo, houve ou estão em andamento protestos no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em Minas Gerais, em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Espírito Santo, na Bahia, no Maranhão, em Mato Grosso, em Mato Grosso do Sul, em Goiás, em Rondônia, no Pará, no Acre, no Amazonas, no Tocantins, em Roraima e no Distrito Federal.

A PRF disse, em nota, que sempre trabalhou com o compromisso constitucional de garantir a mobilidade eficiente, a preservação da ordem pública, a segurança viária e o combate ao crime organizado nas rodovias federais brasileiras.

A instituição falou ainda que está em todos os locais de bloqueio com efetivo mobilizado e permanece trabalhando para o fluxo livre das rodovias federais.