Mercado abrirá em 6 h 45 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,64
    +0,33 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.842,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    36.087,52
    +109,62 (+0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    821,53
    +10,93 (+1,35%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    27.113,13
    -475,24 (-1,72%)
     
  • NASDAQ

    14.318,50
    -182,50 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2127
    -0,0160 (-0,26%)
     

Rali de Natal impulsiona ações europeias para máximas em cinco semanas

·2 min de leitura
Bolsa de Frankfurt na Alemanha

Por Anisha Sircar e Shashank Nayar

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta terça-feira, impulsionadas por fortes ganhos de Wall Street, mesmo com a permanência de preocupações com a Ômicron enquanto a França aumenta as restrições e os casos de Covid-19 na Espanha e Reino Unido sobem.

O índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,62%, a 488,50 pontos, maior patamar em cinco semanas.

A demanda por risco permanece forte no final do ano, de acordo com analistas, apesar de a ameaça da variante Ômicron do coronavírus prejudicar uma economia global que já enfrenta desaceleração do crescimento, gargalos de oferta e preços em alta.

O STOXX 600 se encaminha para seu melhor mês desde março deste ano. O índice avançou 5,5% em dezembro até agora e deve subir cerca de 22,4% este ano, após cair 4% em 2020.

Embora os temores com a disseminação da cepa Ômicron persistam, a Inglaterra não terá nenhuma nova restrição contra a Covid-19 antes do final de 2021, enquanto o governo francês disse que endurecerá as medidas de combate ao vírus, mas que não haverá toque de recolher na véspera de Ano Novo. O blue-chip CAC 40 subiu 0,6%.

O rápido aumento de casos da Ômicron pode atrapalhar, se não desfazer, o plano dos bancos centrais para um aperto de política monetária no próximo ano, disse Vishnu Varathan, chefe de economia e estratégia do Mizuho Bank.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,02%, a 7.372,10 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,81%, a 15.963,70 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,57%, a 7.181,11 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,78%, a 27.444,93 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,77%, a 8.688,90 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,47%, a 5.560,79 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos