Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.197,82
    +967,70 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.845,83
    -200,75 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,03
    +1,51 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.725,00
    -5,50 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    20.033,23
    -300,59 (-1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,09
    -2,31 (-0,50%)
     
  • S&P500

    3.783,28
    -7,65 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    30.273,87
    -42,45 (-0,14%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.628,00
    -12,75 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1358
    -0,0321 (-0,62%)
     

Rainha Margrethe II contrai covid após ir a funeral de Elizabeth II

A atual rainha dinamarquesa, Margrethe II, testou positivo para covid-19 após seu comparecimento ao funeral da rainha Elizabeth II, que faleceu em 8 de setembro. As informações são do Tribunal Real Dinamarquês. Segundo um comunicado palaciano publicado na internet, ela está sendo cuidada no Palácio de Fredensborg, residência de outono e primavera da família real do país.

Todas as atividades da semana da monarca foram canceladas. Com 82 anos, Margrethe apresenta sintomas leves, e não é a primeira vez que ela passa por uma infecção pelo SARS-CoV-2: em fevereiro deste mesmo ano, ela testou positivo, e também apresentou sintomas leves. Vale lembrar que a soberana recebeu doses do imunizante contra o patógeno.

Margrethe II e mais 2 mil convidados compareceram ao funeral de Elizabeth II, na Abadia de Westminster, em Londres, na última segunda-feira (19). A família real dinamarquesa, que incluiu a soberana e seu filho, o príncipe herdeiro Frederik, também esteve presente na cerimônia realizada na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor.

A monarca era prima de terceiro grau de Elizabeth II — ambas eram trinetas da Rainha Vitória, soberana inglesa do século XIX. Com a morte da prima britânica, Margrethe se torna a única rainha em exercício no mundo. Ela ascendeu ao trono dinamarquês em 1972, mas isso só foi possível por uma emenda constitucional em 1953, que permitiu às mulheres ascenderem à posição. É a primeira rainha no país desde Margrethe I, no século XV, e no momento, a monarca mais longeva em exercício.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: