Mercado abrirá em 8 h 34 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,10
    +0,46 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.774,70
    +5,70 (+0,32%)
     
  • BTC-USD

    34.248,92
    -1.444,92 (-4,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    848,07
    -91,87 (-9,77%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.413,42
    -387,85 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.946,73
    -1.017,35 (-3,51%)
     
  • NASDAQ

    14.003,75
    -31,25 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0040
    -0,0321 (-0,53%)
     

Rainha Elizabeth II condecora cientistas atuantes no combate ao coronavírus

·2 minuto de leitura
Rainha Elizabeth II, no sudoeste de Londres, em 11 de junho de 2021

A rainha Elizabeth II, que tradicionalmente homenageia personalidades britânicas para coincidir com sua comemoração oficial de aniversário em junho, este ano homenageou cientistas que estão na vanguarda da luta contra o coronavírus.

Os premiados pesquisadores incluem sete cientistas da Universidade de Oxford que desenvolveram a vacina britânica contra a covid-19 e novos medicamentos para tratar a doença.

Oito funcionários do laboratório sueco-britânico AstraZeneca, que produz o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) e vende a preço de custo, também foram recompensados.

O Reino Unido, o país mais atingido na Europa pela pandemia, com quase 128.000 mortes, foi o primeiro a aprovar a vacina em dezembro de 2020.

Também Kate Bingham, ex-presidente do grupo de trabalho que ajudou a fornecer ao Reino Unido milhões de doses que permitiram vacinar ao menos com uma dose quase 80% dos adultos foi nomeada "Dame".

Bingham declarou-se "animada" por receber esta homenagem depois de um ano em que trabalhadores do serviço público de saúde "arriscaram sua saúde e sua vida lutando contra a covid-19".

"O desenvolvimento de vacinas foi uma vitória da colaboração científica e industrial", ressaltou.

A rainha também condecorou Divya Chadha Manek, diretora do grupo de trabalho sobre ensaios clínicos, por ter sido fundamental para convencer vários fabricantes a realizar seus testes no Reino Unido.

Originária da Índia, Manek, de 35 anos, que veio para o Reino Unido com uma bolsa de estudos quando tinha 18 anos, explicou que seu pai recentemente falecido havia lhe pedido para "fazer algo tão incrível que um dia pudesse conhecer a rainha".

O professor Paul Elliott, professor de epidemiologia e medicina de saúde pública no Imperial College London e diretor do programa React, um estudo em larga escala que mede a evolução da transmissão do vírus, recebeu a Ordem do Império Britânico.

pau-acc/jz/bn

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos