Mercado abrirá em 7 h 12 min

Rafinha Bastos critica PC Siqueira após acusação de pedofilia: "Vontade de vomitar"

Foto: Reprodução/Instagram/@rafinhabastos/@pecsiqueira

Rafinha Bastos se posicionou em um vídeo, na noite deste domingo (15), sobre as acusações de pedofilia envolvendo PC Siqueira. O humorista tinha um canal no YouTube junto com o investigado e o amigo Cauê Moura, mas não passou pano para o caso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários.

“Eu queria vomitar tudo naquele momento [em que fiquei sabendo da acusação]. Estou com muita raiva, estou frustrado, tentando não cometer injustiças”, iniciou o artista, que garantiu não saber de nada antes que o assunto virasse notícia na semana passada.

“Nenhum pedófilo, nenhum doente comenta essas coisas no almoço. Todos aqueles que acusam e perguntam como eu não sabia disso, isso é de uma canalhice tremenda. Ninguém tinha nenhuma noção disso. Estamos esperando as coisas esclarecerem, mas obviamente eu e nenhuma pessoa ao redor sabia dessa história”, explicou ele.

Leia também

Rafinha prosseguiu dizendo que é duro ter seu nome e sua carreira ligados à essa história. Ele até revelou que não conseguiu mais trabalhar depois que soube do caso. “Sou pai, estou puto com essa história, não estou conseguindo produzir conteúdo nenhum. Está duro, não está fácil para ninguém envolvido. Estou preocupado com a criança”, afirmou.

Mesmo com raiva de PC Siqueira, o youtuber se mostrou aberto para receber ligações dele e deixou claro que falará tudo que descobrir sobre o caso para ajudar nas investigações. “Não quero que ele se mate. Quero que pague por todos os crimes, que viva, que diga que crimes foram esses e que a gente tenha uma clareza para que ninguém mais sofra com essa história”, finalizou.

Entenda o caso

PC Siqueira foi acusado de pedofilia após o vazamento de um vídeo de uma suposta conversa em que ele elogiaria sexualmente a foto de uma criança nua de seis anos. O youtuber, no entanto, chamou o vídeo de “fake news” e afirmou que a intenção era descredibilizar sua história e fazer com que ele se calasse.

“Mentira escancarada e grotesca! Pessoal, por favor, prestem mais atenção nas informações que vocês recebem e consomem na internet. Isso é muito perigoso! Não compartilhem conteúdos que possam destruir a vida de alguém, sem antes checarem a veracidade disso”, pediu Siqueira.

Veja o vídeo de Rafinha Bastos: