Mercado abrirá em 2 h 37 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,83
    +1,26 (+1,92%)
     
  • OURO

    1.771,20
    -13,10 (-0,73%)
     
  • BTC-USD

    57.025,68
    -50,52 (-0,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.452,28
    -16,80 (-1,14%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.120,54
    -48,14 (-0,67%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.973,50
    +103,75 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Radiação nuclear promete "turbinar" o sinal de Wi-Fi

·2 min de leitura

Pesquisadores da Universidade Lancaster, na Inglaterra, desenvolveram um novo tipo de rede WIi-Fi capaz de transmitir dados sem fio usando radiação nuclear. O dispositivo consegue transportar informações codificadas digitalmente, utilizando o que os cientistas chamam “nêutrons rápidos”.

Os engenheiros mediram a emissão espontânea desses nêutrons rápidos durante a transferência de dados, usando um isótopo conhecido como califórnio-252, um elemento altamente radioativo produzido em reatores nucleares. Informações como palavras e números gerados aleatoriamente foram codificadas e transmitidas para um laptop, onde foram decodificadas com sucesso.

“Demonstramos o potencial da radiação de nêutrons rápidos como meio de comunicação sem fio para aplicações onde a transmissão eletromagnética convencional é inviável ou muito limitada, devido a condições climáticas e geográficas”, explica o professor de engenharia Malcolm Joyce, autor principal do estudo.

Nêutrons rápidos

Nos nêutrons rápidos, a energia cinética é maior que um valor específico, geralmente 0,1 megaelétron-volt. Essa característica faz com que esses elementos se propaguem no espaço livre por distâncias maiores, interagindo com outros materiais de forma muito mais eficiente do que em sistemas de radiação eletromagnética.

Esquema de funcionamento da rede Wi-Fi "radioativa" (Imagem: Reprodução/Lancaster University)
Esquema de funcionamento da rede Wi-Fi "radioativa" (Imagem: Reprodução/Lancaster University)

Segundo os cientistas, os nêutrons rápidos utilizados nos testes têm uma vantagem enorme sobre as ondas eletromagnéticas convencionais, que se tornam significantemente enfraquecidas ao serem transmitidas através de materiais sólidos, como metais ou uma parede comum de concreto.

“Os nêutrons rápidos também podem ser incorporados em sistemas eletrônicos de sinais mistos para obter uma mistura entre elétrons e nêutrons. Essa abordagem pode garantir a integridade da transferência de informações, sem prejudicar o tráfego ou a qualidade da transmissão”, acrescenta Joyce.

Sinal Wi-Fi

Outro fator importante é que a utilização da radiação nuclear para transportar dados torna o processo de transmissão de informações mais eficiente, fornecendo emissões confiáveis de sinal em lugares onde é difícil criar estruturas ou caminhos para o cabeamento de internet, por exemplo.

Esquema do transmissor de nêutrons rápidos (Imagem: Reprodução/Lancaster University)
Esquema do transmissor de nêutrons rápidos (Imagem: Reprodução/Lancaster University)

Além disso, o uso de nêutrons rápidos como forma de comunicação, seria ideal em cenários mais abrangentes, em que as transmissões de dados são limitadas, como em operações de busca e resgate ou em regiões de difícil acesso — nesses locais, sinais de Wi-Fi tendem a ser escassos com uma cobertura desigual.

“Sabemos que efeitos radiobiológicos importantes podem resultar da exposição à radiação de nêutrons. No entanto, a transmissão que conseguimos em laboratório foi alcançada dentro das restrições regulatórias e com baixos níveis de radiação, o que torna essa técnica de transmissão razoavelmente praticável e segura”, encerra Malcolm Joyce.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos