Mercado abrirá em 7 h 19 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.871,50
    +5,00 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    34.865,55
    +202,94 (+0,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    691,52
    -9,09 (-1,30%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.012,19
    +369,91 (+1,25%)
     
  • NIKKEI

    28.770,20
    +136,74 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    13.388,00
    +93,75 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

Rabobank inicia operações com Fundo AGRI3 em agricultura sustentável; inclui Brasil

·2 minuto de leitura
Logo do Rabobank em Utrecht, Holanda

SÃO PAULO (Reuters) - O banco especializado em agronegócio Rabobank deu início a duas operações de agricultura sustentável em parceria com o Fundo AGRI3, envolvendo transações no Brasil e na China, informou a instituição em comunicado nesta terça-feira.

Segundo o Rabobank, uma das operações será destinada ao Grupo Carvalho Dias, em Mato Grosso, visando a proteção florestal e a recuperação de pastagens, e a outra ao cultivo sustentável de pimenta na região chinesa de Chongqing.

"Queremos incentivar os produtores de alimentos a fazerem as melhorias necessárias em sustentabilidade... A intenção é que esses investimentos sirvam de exemplo para bancos, outras instituições financeiras e toda a cadeia de valor", disse em nota Hans Loth, chefe global da parceria entre o Rabobank e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Unep), que integram a iniciativa com o Fundo AGRI3.

O desembolso para o Grupo Carvalho Dias alcança 5 milhões de dólares e possui prazo de dez anos. O banco holandês disse que o montante permitirá que a empresa brasileira invista em projetos de reflorestamento de 2.581 hectares e da recuperação de pastagens degradadas em 1.200 hectares.

"O objetivo da iniciativa é aumentar a lucratividade do cliente e, ao mesmo tempo, acelerar o cumprimento da rígida legislação do Código Florestal do Brasil", afirmou o Rabobank.

Na China, por sua vez, serão liberados 10 milhões de dólares com prazo de três anos para a produção de pimenta, visando o fornecimento de acesso a financiamento, treinamento e insumos de alta qualidade para que 80 mil agricultores passem do cultivo de baixa produtividade para safras mais lucrativas e sustentáveis, de acordo com a instituição.

O Fundo AGRI3, que além de Rabobank e Unep também envolve a Iniciativa de Comércio Sustentável (IDH) e o banco holandês de desenvolvimento empresarial FMO, pretende liberar 1 bilhão de dólares para investimentos em propriedades rurais com práticas mais sustentáveis, acrescentou o banco.

(Por Gabriel Araujo)