Mercado abrirá em 6 h 50 min

Raízen inicia construção de nova planta de biogás em Piracicaba (SP), 1ª para biometano

·1 min de leitura
Colhedora de cana

SÃO PAULO (Reuters) - A Raízen anunciou nesta terça-feira o início da construção de uma nova planta de biogás em Piracicaba (SP), a primeira dedicada à produção de biometano, com investimentos de cerca de 300 milhões de reais.

Segundo comunicado, a unidade terá capacidade para produzir 26 milhões de metros cúbicos de biometano por ano, o suficiente para abastecer aproximadamente 200 mil clientes residenciais.

Toda a produção da nova planta foi comercializada para a Yara Brasil Fertilizantes e para a Volkswagen do Brasil, em contratos de longo prazo, disse a Raízen.

A planta será instalada anexa ao Parque de Bioenergia Costa Pinto, em Piracicaba (SP), onde a Raízen já opera sua planta de etanol de 2ª geração. A inauguração está prevista para 2023.

O biometano é um gás renovável que serve de substituto de gás natural, diesel ou gás liquefeito de petróleo (GLP), com potencial para reduzir em mais de 90% as emissões diretas de gases de efeito estufa.

"Este projeto amplia nosso portfólio de soluções em energia limpa e renovável, reforçando o papel de liderança na transição energética do país gerando valor para clientes, consumidores, fornecedores e acionistas", disse a companhia no comunicado.

(Por Letícia Fucuchima)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos