Mercado abrirá em 9 h 53 min
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,51
    -0,64 (-0,89%)
     
  • OURO

    1.825,30
    -36,10 (-1,94%)
     
  • BTC-USD

    38.794,82
    -1.161,92 (-2,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    965,87
    -26,60 (-2,68%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.460,43
    +23,59 (+0,08%)
     
  • NIKKEI

    28.906,75
    -384,26 (-1,31%)
     
  • NASDAQ

    13.909,50
    -71,75 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0770
    +0,0150 (+0,25%)
     

Raízen compra negócio de lubrificantes da Shell no Brasil

·1 minuto de leitura
Marca da Shell em posto de combustível

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de energia e infraestrutura Cosan informou que sua co-controlada Raízen adquiriu a totalidade do negócio de lubrificantes da Shell no Brasil, segundo fato relevante ao mercado nesta segunda-feira.

"A transação inclui a planta de mistura de lubrificantes localizada na Ilha do Governador e a base de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, assim como a cadeia de distribuição e seus respectivos contratos", disse a empresa no comunicado.

A negociação da Raízen, joint venture entre Cosan e Shell que atua como agente exclusivo de venda de lubrificantes da Shell no país, veio após vencimento de um contrato de 10 anos entre as empresas.

A operação está sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e ao cumprimento de outras condições suspensivas, disse a Cosan, sem citar valores da transação.

(Por Luciano Costa)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos