Mercado fechará em 54 mins
  • BOVESPA

    122.310,19
    -3.365,14 (-2,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.120,12
    -514,48 (-1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,82
    +0,20 (+0,27%)
     
  • OURO

    1.814,10
    -21,70 (-1,18%)
     
  • BTC-USD

    39.111,60
    -445,13 (-1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    929,36
    -20,54 (-2,16%)
     
  • S&P500

    4.399,78
    -19,37 (-0,44%)
     
  • DOW JONES

    34.968,51
    -116,02 (-0,33%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.959,00
    -78,75 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1581
    +0,1176 (+1,95%)
     

Rússia protege hackers em seu território, afirma alto funcionário dos EUA

·1 minuto de leitura
Hackers russos voltam a atacar, diz Microsoft

A Rússia protege e abriga hackers em seu território em troca de ações "em áreas de interesse do governo", acusou um alto funcionário do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) nesta quarta-feira (16).

"Há muita atividade de ransomware vindo do território russo, que não é obra de funcionários do governo russo, mas é tolerada pelo governo russo", disse o chefe de segurança nacional do DoJ, John Demers, em uma conferência realizada pelo grupo de mídia Cyberscoop.

"Eles não apenas toleram, mas também intervêm ativamente nos esforços de aplicação da lei dos Estados Unidos para combater esse tipo de pirataria", acrescentou.

As empresas americanas, incluindo a rede de oleodutos Colonial Pipeline, foram atingidas por ataques cibernéticos nos últimos meses, muitas vezes forçando fechamentos temporários até que os resgates fossem pagos.

Demers fez a acusação no momento em que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se reunia em Genebra com seu homólogo russo, Vladimir Putin.

chp/rle/yow/ll/ap

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos