Mercado fechará em 3 h 3 min
  • BOVESPA

    112.772,44
    +8,18 (+0,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.849,66
    -3,71 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,06
    -3,03 (-3,29%)
     
  • OURO

    1.796,50
    -19,00 (-1,05%)
     
  • BTC-USD

    24.212,59
    -174,02 (-0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    575,98
    -14,78 (-2,50%)
     
  • S&P500

    4.296,47
    +16,32 (+0,38%)
     
  • DOW JONES

    33.948,13
    +187,08 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.654,50
    +76,75 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1749
    -0,0286 (-0,55%)
     

Rússia promove forte aumento dos juros e leva taxa a 8,5%, pico desde 2017

·1 min de leitura
Banco central russo em Moscou

MOSCOU (Reuters) - O banco central da Rússia aumentou drasticamente sua taxa básica de juros para 8,5% nesta sexta-feira, elevando o custo dos empréstimos pela sétima vez neste ano para controlar a inflação teimosamente alta e sem descartar novos acréscimos nos juros.

A decisão de aumentar a taxa em 100 pontos-base veio em linha com uma pesquisa da Reuters com analistas, a qual previu a forte alta à medida que a inflação oscila perto de uma máxima em seis anos e riscos geopolíticos abalam os mercados.

O banco central, que tem como meta a inflação em 4%, disse que a inflação estava em 8,1% em 13 de dezembro, mas ainda a caminho de retornar a faixa entre 4,0% e 4,5% no fim de 2022.

(Por Andrey Ostroukh, Gabrielle Tétrault-Farber, Alexander Marrow e Elena Fabrichnaya)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos