Mercado abrirá em 4 h 59 min
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,68
    +0,06 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.837,40
    +7,10 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    21.326,30
    -60,18 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    465,33
    +11,43 (+2,52%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.268,18
    +59,37 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    22.247,80
    +528,74 (+2,43%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.239,50
    +99,00 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5367
    -0,0157 (-0,28%)
     

Rússia pede ação coordenada dos Brics contra riscos econômicos globais

Ministro das Finanças russo, Anton Siluanov

(Reuters) - A Rússia, atingida por sanções ocidentais, pediu ao grupo Brics de economias emergentes que coordene medidas para estabilizar a situação econômica, disse o ministro das Finanças russo, Anton Siluanov, nesta segunda-feira.

Siluanov disse em reunião ministerial e de banqueiros centrais dos Brics, bloco composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que o aperto monetário global e as sanções sem precedentes do Ocidente contra o Kremlin criam riscos de uma estagflação global e de uma crise alimentar.

Siluanov também notou riscos de uma crise econômica global em meio à confiança prejudicada nos sistemas cambiais e financeiros do mundo.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos