Mercado abrirá em 1 h 48 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,33
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.756,90
    +7,10 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    41.562,26
    -2.130,46 (-4,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.025,51
    -83,42 (-7,52%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.062,80
    -15,55 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.226,75
    -76,75 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2218
    -0,0032 (-0,05%)
     

Rússia diz que EUA pediram saída de 24 diplomatas russos até 3 de setembro

·1 minuto de leitura

MOSCOU (Reuters) - O embaixador da Rússia nos Estados Unidos disse que Washington pediu a 24 diplomatas russos que deixem o país até 3 de setembro, após o vencimento de seus vistos.

Anatoly Antonov não disse se o pedido dos EUA foi motivado por alguma disputa em particular e não houve nenhum comentário imediato de Washington.

"Quase todos eles partirão sem substituições porque Washington apertou abruptamente os procedimentos de emissão de vistos", disse Antonov em uma entrevista à revista National Interest publicada no domingo.

Moscou e Washington há muito divergem sobre uma série de questões, e os laços se enfraqueceram ainda mais depois que o presidente dos EUA, Joe Biden, disse acreditar que o presidente russo, Vladimir Putin, é um assassino.

As tensões diminuíram um pouco depois que Biden se encontrou com Putin em 16 de junho, o que levou até mesmo a alguns investidores estrangeiros retornarem a aplicar dinheiro em títulos do governo russo.

"Esperamos que o bom senso prevaleça e sejamos capazes de normalizar a vida dos diplomatas russos e norte-americanos nos Estados Unidos e na Rússia com base no princípio da reciprocidade", disse Antonov.

Antonov também disse esperar que o diálogo recentemente iniciado entre EUA e Rússia sobre questões de segurança cibernética continue.

"Como opção, podemos debater sobre ameaças cibernéticas aos sistemas de controle de armas, etc."

(Por Andrey Ostroukh)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos