Rússia e Brasil assinarão em fevereiro acordo sobre negócios conjuntos

Moscou, 14 dez (EFE).- O governo de Dilma Rousseff e a Rússia assinarão, durante a visita do primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, para o Brasil, em fevereiro de 2013, um acordo de cooperação bilateral de negócios para os próximos anos.

"Propomos tomar hoje a decisão sobre a criação de uma espécie de roteiro para os próximos dois ou três anos que inclua os projetos chave que necessitam dos cuidados e do apoio de nossos países", disse o vice-ministro de Economia russo, Alexei Lijachov, no fórum empresarial russo-brasileiro realizado em Moscou.

Lijachov afirmou que sua pasta está reorganizando e renovando os escritórios comerciais da Rússia no exterior. O fórum contou com a participação de cem empresários brasileiros e quinhentos russos.

O escritório da Rússia no Brasil recebeu a ordem de promover os projetos de diversas empresas do país europeu, como a Russian Helicopters, grupo Renova, Power Machines e o Sistema de Navegação Russo, criadora do Glonass, alternativa russa ao GPS.

"A lista não está fechada e os escritórios comerciais podem incluir tanto projetos concretos dos empresários russos no Brasil como a captação de investimentos em projetos concretos na Rússia", explicou Lijachov.

O volume de troca comercial entre os dois países se multiplicou entre 2005 e 2008, crescimento que diminuiu diante da crise mundial mas que se recuperou no ano passado, quando atingiu a cifra de US$ 6,5 bilhões.

Neste ano, no entanto, "os fatores para ampliar" este volume "se esgotaram", lamentou o vice-ministro russo. "Sem dúvida, isto se deve em parte às novas ondas de crise financeira e econômica. Mas, por outra parte, indica que os Estados devem se esforçar e criar condições para o desenvolvimento de nossas relações comerciais e investidoras", concluiu.

A presidente Dilma Rousseff aproveitou hoje sua visita oficial à Rússia para participar do encerramento do fórum empresarial. Momentos antes, ela se reuniu com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

"Nossa troca comercial é de US$ 7 bilhões por enquanto, mas temos que superar esse indicador, e temos todas as condições para fazê-lo. É preciso dar especial atenção ao campo das inovações", disse Dilma para os empresários.

A líder lembrou que o recente ingresso da Rússia na Organização Comercial de Comércio é uma nova e sólida base para avançar no desenvolvimento das relações bilaterais.

A Rússia e o Brasil lamentam que sua troca comercial se limite principalmente ao setor agrícola e às matérias-primas, como reconheceu na véspera à Agência Efe um membro da delegação que acompanha Dilma.

Membros do G20 e do grupo Brics, organização de economias emergentes da qual também participam Índia, China e África do Sul, as duas potências econômicas tem como objetivo aumentar suas trocas comerciais para US$ 10 bilhões. EFE

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2239+0,0054+0,17%
    USDBRL=X
    3,6175+0,0064+0,18%
    EURBRL=X
    0,8900-0,0013-0,15%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    13,74-0,11-0,79%
    PETR4.SA
    3,57+0,03+0,85%
    GOAU4.SA
    3,67+0,02+0,55%
    USIM5.SA
    8,53-0,09-1,04%
    ITSA4.SA
    15,77-0,03-0,19%
    VALE5.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    0,79+0,13+19,70%
    ALSC1.SA
    3,20+0,51+18,96%
    VIVR3.SA
    2,50+0,30+13,64%
    LIXC4.SA
    3,10+0,29+10,32%
    VVAR3.SA
    2,07+0,18+9,52%
    LIXC3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    13,80-4,18-23,25%
    CASN4.SA
    1,22-0,12-8,96%
    AZEV4.SA
    1,38-0,08-5,48%
    VTLM3.SA
    9,20-0,60-6,12%
    BPHA3.SA
    3,98-0,15-3,63%
    MGEL4.SA