Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,31 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.836,10
    +4,30 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    35.413,03
    +231,57 (+0,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,25 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,64 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -15,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1839
    +0,0538 (+0,88%)
     

Réveillon RJ: Cláudio Castro diz que decisão final será tomada na próxima semana

·2 min de leitura

Horas após o prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciar o cancelamento da Festa de réveillon de 2022 na cidade, o governador do estado, Cláudio Castro, disse que a decisão final das autoridades sobre o tema será comunicada na próxima semana, após uma reunião entre os chefes do Executivo municipal e estadual. Também participarão do encontro membros dos comitês científicos da capital e do estado. 

"Falei há pouco com o prefeito Eduardo Paes e decidimos, juntos, que faremos uma reunião na próxima semana para uma decisão final sobre as festas do réveillon. Nesse encontro, participarão técnicos da saúde do Estado e do município", escreveu Castro no Twitter por volta das 13h deste sábado. 

Às 7h, Paes comunicou, também no Twitter, que o Rio de Janeiro não teria festa de réveillon este ano na Praia de Copacabana e em outros pontos da cidade, como tradicionalmente ocorre, devido ao recente posicionamento do Grupo Técnico de Assessoramento a Eventos de Saúde Pública, o comitê científico estadual. A junta de especialistas rechaçou a realização do evento em seu modelo clássico, com grandes aglomerações e sem uso de máscara, diante das incertezas geradas pelo avanço da nova variante do coronavírus, a Ômicron. 

O parecer dos especialistas que assessoram a Secretaria de Estado de Saúde (SES) se opõe ao do comitê científico do município, que corroborou, na semana passada, os planos da prefeitura para o réveillon, contanto que o cenário epidemiológico da cidade permaneça como está. Pelo Twitter, Paes disse que valeria a decisão mais restritiva. 

O posicionamento do comitê científico estadual, no entanto, é preliminar. Uma nova reunião para debater o tema, com a presença do comitê científico municipal, estava programada para as próximas semanas, como disse nesta sexta-feira o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, ao GLOBO. A ideia é que o encontro, que agora deve reunir também Castro e Paes, aconteça na próxima quarta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos