Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.605,97
    -1.129,04 (-1,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.829,20
    -190,85 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,86
    +1,36 (+1,65%)
     
  • OURO

    1.794,60
    +12,70 (+0,71%)
     
  • BTC-USD

    60.898,25
    -1.766,84 (-2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.452,48
    -50,55 (-3,36%)
     
  • S&P500

    4.546,33
    -3,45 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.687,19
    +84,11 (+0,24%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.333,00
    -145,75 (-0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5541
    -0,0269 (-0,41%)
     

Quiosque abre no posto oito com forte DNA carioca e cardápio focado em sabores brasileiros: há de PF a ostras

·2 minuto de leitura

Tem tudo para ser um point da primavera e seguir pelo verão afora. Depois de quase um ano fechado, o quiosque no Posto 8, onde funcionou o Marea, deu lugar ao De Lamare. A novidade é mais uma empreitada da família que criou o Gula Gula, clássico carioca que já conquistou até São Paulo. Desta vez, Pedro de Lamare se uniu a dois amigos de vida, David Zylbersztajn (que comandou a Agência Nacional do Petróleo e foi sócio da Rubaiyat Rio) e Luiz Carlos Nabuco (ex-diretor da Bradesco Seguros). “Eu já tinha essa ideia de fazer algo sofisticado aproveitando a tradição gastronômica da minha família. Durante a pandemia, nós três resolvemos trabalhar juntos em um coworking e a ideia de abrirmos um negócio surgiu entre as conversas. O legal é que estamos todos muito envolvidos. Não tem essa de um ser só sócio investidor”, conta Pedro.

No cardápio, muita presença do mar. Polvo cítrico com gremolata de endro e hortelã acompanha aioli de páprica defumada; salada cremosa de cavaca com cebolete e limão; espetinhos grelhados de camarão ou polvo; pratos de frigideira, como mexilhões ao molho cremoso de vinho branco e ervas. Entre as opções para compartilhar, peixe inteiro assado com arroz de azedinha e salada de feijão-fradinho e farofa. E, durante a semana, PFs são servidos na hora do almoço.

Quem assina o cardápio é a chef consultora Lelena César, que buscou referências da família Gula com toques de quem está com os pés na areia. “Um conceito despojado e ao mesmo tempo requintado e alegre na memória e no paladar. Os cariocas irão se sentir em casa e os turistas vão entender o que é estar no Rio”, explica Lelena.

Ainda há drinques bacanas para completar. Assinados por Filipe Penno, são todos pensados para refrescar. O Naipi e Tarobá leva rum, fernet, ginger ale, angostura e gomo de laranja maçaricada. Entre as sobremesas, há o cremoso de cajá, preparado com creme de chocolate branco e iogurte e coulis e sorbet de cajá. Tudo servido em louças verde e azul assinadas pela ceramista Denise Stewart especialmente para a casa.

Carioquice completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos