Mercado fechará em 4 h 13 min
  • BOVESPA

    108.771,18
    -1.574,64 (-1,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.968,67
    -408,22 (-0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,42
    -0,87 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.866,90
    +19,10 (+1,03%)
     
  • BTC-USD

    29.237,26
    -1.178,95 (-3,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,04
    -4,78 (-0,73%)
     
  • S&P500

    3.905,38
    -68,37 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    31.573,12
    -307,12 (-0,96%)
     
  • FTSE

    7.486,30
    -27,14 (-0,36%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.748,14
    -253,38 (-0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.645,00
    -390,25 (-3,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1960
    +0,0483 (+0,94%)
     

QuintoAndar acusa Loft de roubar fotos e concorrência desleal

·3 min de leitura
Após acusação, Loft foi condenada a interromper a prática e determinou uma multa diária de R$ 50.000.(Reprodução/QuintoAndar)
Após acusação, Loft foi condenada a interromper a prática e determinou uma multa diária de R$ 50.000.(Reprodução/QuintoAndar)
  • Empresa também alega que a Loft estaria passando como parceira da empresa;

  • Loft afirmou que não usa imagens de outras imobiliárias sem autorização;

  • Recentemente, QuintoAndar realizou um corte de 20% do quadro de 4 mil funcionários.

O QuintoAndar, startup de compra e locação de imóveis através de plataformas digitais, moveu uma ação na Justiça de São Paulo contra sua principal concorrente, a Loft. A empresa diz que a concorrente estaria usando fotos de seus imóveis e apagando a marca d’água em suas publicidades.

A empresa também alega que a Loft estaria passando como parceira da empresa Casa Minas, imobiliária mineira adquirida pela startup em 2021.

O juiz Luiz Felipe Ferrari Bendini exigiu que a Loft interrompa a prática e determinou uma multa diária de R$ 50.000. De acordo com ele, vai ser estipulada uma penalidade caso a empresa não cumpra a decisão. A Loft, entretanto, ainda pode pedir uma revisão do caso em 2ª instância.

A Loft afirmou que não usa imagens de outras imobiliárias sem autorização e “rechaça qualquer acusação de suposta menção indevida a parceria com terceiros”, disse em nota enviada à Agência Estado. A empresa diz ainda que apresentou seus esclarecimentos no processo e avalia recorrer.

A empresa afirmou ainda que não tem como política usar imagens de outros portais e imobiliárias sem autorização e disse contar “atualmente com processos internos que, em linha com os termos e condições de uso de seu site, buscam evitar qualquer utilização indevida de fotografias de propriedade de outros portais e imobiliárias”, disse.

“Além disso, em linha com o Marco Civil da Internet, a Loft não é responsável por atos dos anunciantes no uso da plataforma (sejam corretores ou proprietários de imóveis)”, completou.

Cortes no QuintoAndar

Neste mês, o QuintoAndar realizou um corte de 20% do quadro de 4 mil funcionários foram demitidos. Essas saídas estão ligadas a diversas áreas como tecnologia, marketing e recursos humanos. As principais regiões afetadas foram São Paulo e Rio de Janeiro. Vale lembrar que as equipes vinham trabalhando de forma remota desde o início da pandemia.

Contratações recentes também foram afetadas. Elas foram “congeladas” nas últimas semanas, o que afetou ainda mais o clima entre funcionários da empresa. Pouco tempo antes, a empresa alterou o plano de saúde dos empregados, abandonando a cobertura integral pelo modelo de coparticipação.

QuintoAndar agora vale US$4 bilhões

O aporte, no valor de US$300 milhões, é o quinto da startup, e faz com que a sua avaliação salte para US$4 bilhões. Com isso, a QuintoAndar se torna a segunda startup de capital fechado mais valiosa da América Latina, atrás apenas do Nubank, fintech também lançada no Brasil.

Participaram da rodada série E, liderada pela Ribbit Capital, os seguintes fundos: SoftBank, LTS, Maverick, Alta Park, Dragoneer, Qualcomm e Kaszek Ventures, mais uma gestora não revelada. As informações são de reportagem da revista Exame.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos