Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.419,53
    -244,10 (-1,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

'Queriam a carteira de clientes, e não o time', diz sócio da QI Tech sobre perrengue

Todo empreendedor já passou por algum perrengue ao longo da carreira. Com Marcelo Bentivoglio, sócio estrategista da QI Tech, não foi diferente. “Durante a minha primeira jornada empreendedora, eu aprendi a importância de você estar no mercado no momento certo para ele aceitar o seu produto”, revela.

O executivo conta que acabou perdendo o timing do negócio ao lançar a sua primeira startup. “Era uma fintech de antecipação de recebíveis. Em 2015, não tinha ninguém fazendo isso. Dois anos depois, o negócio já tinha 20, 30 outras fintechs fazendo exatamente a mesma coisa”.

Bentivoglio precisou, então, tomar a difícil decisão de vender a empresa. Porém, ele se deparou com um perrengue no caminho. “Nesse processo de vender a gente recebeu uma oferta pela carteira de clientes e tecnologia, mas não pelo time”, explica.

O sócio da QI Tech teve perrengue quando foi vender uma empresa
O sócio da QI Tech teve perrengue quando foi vender uma empresa

“No final das contas a nossa saída foi vender, avisar todo mundo e pedir para o comprador alguns meses para a gente ajudar todo mundo a se realocar no mercado”, relembra. O executivo conta ainda que passou os últimos dois meses fazendo papel de RH. “Nesses dois meses, o meu trabalho foi ajudar as pessoas do time a arrumarem outro emprego”, finaliza.

Avaliada em R$ 1 bi, QI Tech oferece fintechs 'pensadas' a indústrias e 'bolepix'

Para 2023, a fintech pretende apostar nas operações em ambientes conhecidos para driblar o cenário macroeconômico instável. “Ao invés de trabalhar somente com o conceito de fintech, a gente tem o conceito de embedded finance, que é você possibilitar que uma grande indústria também tenha a sua própria fintech”, afirma Marcelo Bentivoglio, sócio estrategista da fintech.

Negroni, tênis e Ayrton Senna: o happy hour do sócio estrategista da QI Tech

Marcelo Bentivoglio, sócio estrategista da QI Tech, não dispensa um bom hambúrguer. “Hambúrguer com batata, se você me convidar, eu tô dentro”, conta. O executivo diz que gosta de preparar a própria refeição. “Eu gosto de fazer na churrasqueira, fazer o pãozinho ali na churrasqueira também para ficar aquele gostinho de churrasco”.