Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,06
    -3,34 (-2,97%)
     
  • OURO

    1.814,60
    -4,30 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    29.050,41
    -1.113,75 (-3,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    649,06
    -21,62 (-3,22%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.876,25
    -684,00 (-5,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2157
    +0,0053 (+0,10%)
     

Quem tira melhores fotos? iPhone 13 Pro, Galaxy S22 Ultra ou Edge 30 Pro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Os celulares estão cada vez melhores para tirar fotografias. E os três modelos mais potentes das marcas mais conhecidas no Brasil não deixam a desejar neste sentido. Mas quem tira as melhores fotos para o dia a dia hoje: iPhone 13 x Galaxy S22 ou Motorola Edge 30 Pro?

Para tirar a dúvida, peguei as versões com conjunto mais completo de cada marca e fui para a rua tirar fotos. Abaixo, eu analiso cada câmera e cada cenário de Motorola Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro para descobrir qual fabricante está à frente quando falamos em ‘cameraphone’.

E aí, quem você acha que vence? Motorola, Samsung ou Apple? Vamos descobrir!

Como foi feito o teste

Todas as fotos foram tiradas no modo automático, com os celulares posicionados mais ou menos no mesmo lugar. A diferença no enquadramento de algumas imagens se deve ao posicionamento e campo de visão de cada câmera.

Nenhuma foto teve ajuste de luminosidade. Nos casos em que houve toque na tela, foi apenas para ajustar o local do foco. Eu usei o modo noturno nos dois modelos Android em todos os cenários em que o iPhone 13 Pro ativou este recurso automaticamente.

Em algumas fotos, parece que foi acionado um modo retrato apenas em um ou dois modelos. Porém, são casos em que as características da lente fizeram um desfoque natural de objetos muito distantes. As fotos feitas com modo retrato têm esta indicação na legenda.

Lembrando que o texto fala sobre quem tira melhores fotos. Análise da gravação de vídeo fica para outra ocasião, ok?

Câmera principal

A câmera mais utilizada de cada aparelho tem seus prós e contras nos três modelos. No geral, todos entregam resultados incríveis se a gente considerar que cada sensor é bem pequeno e divide espaço com vários outros componentes.

O Galaxy S22 Ultra entrega imagens mais prontas para o compartilhamento nas redes sociais, enquanto o iPhone 13 Pro dá preferência para fotos editáveis. Isso não significa que você não possa compartilhá-las direto, mas sim que tem mais espaço para deixar mais a seu gosto.

Cãmera principal do Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Cãmera principal do Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

O Motorola Edge 30 Pro fica um pouco atrás dos concorrentes tanto no quesito nitidez quanto na faixa dinâmica. São fotos mais difíceis de editar, e você pode perder alguns detalhes se não tomar cuidado com contraste, sombras e realce. Mas são fotos que podem agradar bastante.

É com pouca luz que as coisas mudam de figura. O S22 Ultra consegue resultados melhores na maior parte das vezes, enquanto os outros dois alternam quem consegue uma foto mais interessante. Tudo depende da composição e de saber usar a pouca luz à disposição para ajudar o celular a enxergar o cenário.

Câmera ultrawide

Nas fotos com campo de visão mais aberto, mais uma vez temos bastante equilíbrio. O iPhone 13 Pro se destaca por entregar imagens geralmente mais claras, devido à abertura maior de sua lente.

Dá para notar esta diferença no desfoque do fundo. Note que o celular da Apple tem um borrado natural bem leve nos prédio ao fundo da imagem abaixo. Isso acontece porque a abertura da lente do modelo da Maçã é f/1.8, contra f/2.2 nos Android.

Ultrawide no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Ultrawide no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Já no contraluz, quem se destaca positivamente é o Edge 30 Pro, que consegue se sair melhor que os concorrentes. Nas fotos à noite, é a vez de o Galaxy S22 Ultra brilhar. Ou seja, cada modelo se sai melhor em um momento específico.

Câmera zoom

O Motorola Edge 30 Pro não tem uma câmera específica para zoom, mas consegue aproximar até 10x digitalmente. O Galaxy S22 Ultra tem uma teleobjetiva com zoom óptico de 3x, assim como o iPhone 13 Pro, e outra com aproximação de 10x.

Essas câmeras não são muito boas com pouca luz, então não cheguei a testar tanto nesta condição de luminosidade. E, como era de se esperar, o celular da Motorola não consegue manter quase nada de qualidade com a aproximação de 10x, enquanto o da Apple vai até bem neste cenário, mas o da Samsung é o melhor.

Zoom no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Zoom no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Ao baixar a aproximação para 3x, a disputa muda um pouco. O iPhone 13 Pro e o Galaxy S22 Ultra empatam, com a diferença de que o modelo da Maçã entrega resultados mais claros. Mas a faixa dinâmica do Samsung é muito boa. Já o Motorola consegue manter um pouco mais de qualidade, mas ainda fica atrás.

Quando chega a noite, de novo o celular da Samsung fica à frente dos concorrentes. E bem à frente, com uma diferença visível. É o que a empresa chama de ‘Nightography’, que eu vi com meus próprios olhos e fiquei sinceramente impressionado.

Câmera macro

Nenhum dos três modelos possui uma câmera macro dedicada, mas todos eles fazem esse tipo de foto usando a mesma lente da ultrawide. Para transformar em macro, basta aproximar bastante do objeto a ser fotografado, e o foco faz o resto.

Aqui a disputa fica bem diversa. O Edge 30 Pro tem um foco mais amplo, não dá aquele efeito de macro nas bordas como os seus concorrentes. Mas ele consegue nitidez impressionante e possui boa faixa dinâmica. Além disso, vai bem mesmo com pouca luz.

Macro no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Macro no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

O Galaxy S22 Ultra é mais difícil de conseguir macro de verdade. Talvez pela posição da câmera ultrawide, o enquadramento é um pouco complexo, e encontrar a distância focal correta também não foi muito fácil. Com o tempo, porém, você consegue fotos incríveis.

Já o iPhone 13 Pro mantém a qualidade excelente da ultrawide, e ainda consegue imagens noturnas um pouco melhores em objetos aproximados. Não vejo um vencedor claro aqui, mas sim maneiras diferentes de fazer fotos macro.

Fotos noturnas

Já tratei das fotos com pouca luz separadamente em cada câmera disponível nos três modelos, mas não custa nada falar do comportamento geral deles. A meu ver, o iPhone 13 Pro tem a melhor solução, já que ativa o modo noturno automaticamente quando o aparelho sente a necessidade.

Mas acho que o resultado do Galaxy S22 Ultra é um pouco melhor, especialmente nas fotos aproximadas e nas frontais. As selfies do iPhone 13 Pro com pouca luz não ficaram muito legais, e a nitidez ficou melhor no smartphone da Samsung. Até mesmo o Edge 30 Pro se deu melhor nas frontais com pouca luz.

Foto noturna no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Foto noturna no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Para ser sincero, eu fiquei um pouco decepcionado com os resultados do celular da Maçã nas fotos noturnas. Esperava mais dele, ainda mais porque já vi muitas fotos realmente incríveis em condições de pouca luz feitas com ele.

Câmera frontal

E, por fim, as selfies. E aí temos um embate muito interessante entre o Galaxy S22 Ultra e o iPhone 13 Pro. Em alguns cenários, dependendo da composição e posição das fontes de luz, o modelo da Samsung se sai um pouco melhor. Em outros, o da Apple é superior.

O Edge 30 Pro, mais uma vez, peca na faixa dinâmica. O smartphone da Motorola entrega ainda cores mais apagadas, com resultados que não atraem tanto os olhares quanto os de seus concorrentes.

Selfie no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)
Selfie no Edge 30 Pro, Galaxy S22 Ultra e iPhone 13 Pro (Imagem: Felipe Junqueira/Canaltech)

Porém, em cenários com pouca luz, mais uma vez o S22 Ultra é melhor. O iPhone 13 alterna entre resultados granulados ou tremidos, o que não deveria acontecer justamente por conta do algoritmo que corrige falhas em cenários de pouca luz.

Eu consegui tirar uma boa selfie com pouca luz no celular da Apple. Mas em um caso, até o Edge 30 Pro ficou melhor que o modelo da Maçã.

Quem tira melhores fotos no dia a dia? iPhone 13 x Galaxy S22 e Edge 30 Pro

Em um resumo geral, eu achei que o Galaxy S22 Ultra se saiu melhor do que seus concorrentes. Claro que não foi o melhor em todos os cenários, mas o aparelho da Samsung foi o mais consistente, com boas fotos em todas as câmeras disponíveis.

O iPhone 13 Pro fica alguns bons degraus acima do Motorola Edge 30 Pro ao entregar resultados incríveis com boa iluminação. E tenho certeza que um usuário com mais experiência no celular da Maçã consegue extrair ótimas fotografias com pouca luz, também.

O Edge 30 Pro, por fim, teve bons resultados com a principal e com a ultrawide com boa iluminação, e foi bem com pouca luz em alguns poucos casos. Mas fica bem atrás dos seus concorrentes quando analisamos nitidez e faixa dinâmica, pontos em que ele ainda peca bastante.

Mesmo assim, não achei nenhum dos três realmente ruim, tirando uma ou outra foto que acabei descartando. Todos eles podem entregar bons resultados para você publicar nas redes sociais e ganhar uma boa quantidade de curtidas, independente do cenário.

Eu só não recomendo zoom com o modelo da Motorola, mesmo. De resto, tudo vai depender do seu olhar como fotógrafo para definir a melhor composição e o uso da luz disponível para fazer os registros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos