Mercado abrirá em 4 h 4 min

Quem são os bilionários que faliram no mundo das criptomoedas

Criptomoedas entram em colapso e bilionários perdem uma fortuna, confira
Criptomoedas entram em colapso e bilionários perdem uma fortuna, confira
  • Bilionários: Bitcoin acumula desvalorização de 60% desde novembro;

  • Em um ano a Coinbase perdeu mais de 84% em valores de ação;

  • Cameron e Tyler Winklevoss perderam cerca de 40% de suas fortunas

Os investidores cripto entraram em pânico nesta quinta-feira (12), quando o bitcoin caiu para seu preço mais baixo em mais de um ano e outras criptomoedas sofreram quedas ainda piores. O colapso foi devastador especialmente para um grupo de bilionários que fez fortuna com moedas digitais nos últimos anos. As informações são do Jornal O Globo.

O Bitcoin nesta quinta-feira foi negociado por cerca de R$ 147 mil, uma redução de 4% em relação ao dia anterior e queda de quase 60% em relação à alta histórica de R$ 353 mil atingida em novembro. Confira abaixo os bilionários que mais perderam dinheiro com a desvalorização de criptomoedas.

O patrimônio líquido do fundador e CEO da Coinbase, Brian Armstrong, caiu para aproximadamente R$ 11,30 bilhões esta semana – abaixo dos cerca de R$ 66,74 bilhões no novembro passado. Ou seja, com a desvalorização o executivo perdeu R$ 56 bilhões em cinco meses. Desde que a Coinbase abriu seu capital em abril de 2021, a desvalorização no valor das ações atingiu 84%.

  • Os gêmeos, Cameron e Tyler Winklevoss, ambos proeminentes vendedores de bitcoin que fundaram o mercado de criptomoedas Gemini, perderam cerca de 40% de suas respectivas fortunas, ou mais de R$ 10 bilhões cada;

  • Sam Bankman-Fried, fundador e CEO da exchange de criptomoedas FTX, perdeu cerca de metade de sua fortuna no papel desde março e agora vale cerca de R$ 58 bilhões;

  • Michael Novogratz, CEO da empresa de investimento em criptomoedas Galaxy Digital, perdeu mais de R$ 30 bilhões desde novembro passado e atualmente vale cerca de R$ 13 bilhões;

  • O CEO da Binance, Changpeng Zhao, parece ter sofrido as piores perdas. A Bloomberg estima que sua fortuna caiu para R$ 59 bilhões de R$ 492 bilhões em janeiro.