Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    47.075,56
    -462,15 (-0,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Quem quer paz que se prepare para a guerra, diz Bolsonaro em evento com militares

·2 minuto de leitura

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira, em evento com militares no Rio de Janeiro, que quem quer paz precisa se preparar para a guerra.

A declaração foi dada durante uma cerimônia de homenagem a atletas militares e vem após dias de tensão entre os Poderes Executivo e Judiciário e às vésperas dos atos programados por aliados para o feriado de 7 de setembro, dia da independência do Brasil.

Diversas vezes Bolsonaro disse que as manifestações da próxima semana seriam o último recado da população sobre voto impresso nas urnas eletrônicas e outras medidas defendidas por ele. Nos últimos dias, o presidente tem procurado minimizar o tom mais agressivo dos atos falando que eles serão pacíficos e visam defender a liberdade de expressão.

“Com flores não se ganha a guerra não pessoal. Quando se fala em armamento, quem quer paz se prepare para a guerra“, disse Bolsonaro durante a entrega de uma medalha do mérito desportivo militar a um lutador de boxe.

O evento contou com a presença dos ministros Walter Braga Netto (Defesa), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) e dos presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e dos Correios, Floriano Peixoto.

Bolsonaro voltou a lembrar as dificuldades enfrentadas pela população por conta da pandemia e disse que é preciso se colocar no lugar dos outros.

“Nós, para vivermos melhor, devemos nos colocar do outro lado do balcão, como aquela pessoa está se sentindo, como o atleta está passando, quais suas dificuldades, como político também”, disse.

No final, o presidente entregou ao boxeador Hebert Conceição, medalhista nos Jogos Olímpicos de Tóquio, uma medalha “especial“. Nela, uma foto do presidente é circulada pelos dizeres “clube do Bolsonaro”, “imorrível”, “imbrochável” e “incomível”.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos