Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.166,02
    +1.117,02 (+2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Quem criou o Google? Veja 5 curiosidades sobre a empresa

·6 min de leitura

O Google virou referência quando o assunto são pesquisas na web. Mas a história da empresa por trás do mecanismo de busca mais famoso da internet já dura mais de 20 anos. Por exemplo, você sabe quem fundou o Google? De onde surgiu esse nome? Descubra cinco curiosidades sobre o Google e seus criadores.

Ao final deste artigo, também levantamos algumas curiosidades sobre a chegada do Google ao Brasil e sua expansão por Minas Gerais e São Paulo, onde a companhia possui dois escritórios oficiais.

Quem criou o Google?

Inicialmente, o Google surgiu como um projeto de dois doutorandos da Universidade de Stanford, Larry Page e Sergey Brin, que tinham como objetivo analisar as propriedades matemáticas da internet.

Na época, mecanismos de pesquisa famosos, como o Cadê do Yahoo!, funcionavam através de bancos de dados manuais, classificando os domínios de acordo com o volume de buscas de um termo com possíveis respostas ao que estava sendo pesquisado.

Larry Page e Sergey Brin, os fundadores do Google (Imagem: Divulgação/Google)
Larry Page e Sergey Brin, os fundadores do Google (Imagem: Divulgação/Google)

Não satisfeitos com o modo como esses mecanismos atuavam, Page e Brin decidiram criar do zero um motor de busca que podia analisar, além do volume de buscas, as relações dos usuários com cada página visitada, a quantidade de buscas e a qualidade dos links que apareciam nas primeiras páginas.

A partir desse projeto, os fundadores do Google puderam investir em um mecanismo mais inteligente, que tornava a própria experiência da pesquisa mais otimizada para que tudo estivesse de acordo com a necessidade dos usuários.

Por que o Google tem esse nome?

Inicialmente, o nome dado ao projeto dos fundadores do Google era “BackRub”, que usava o algoritmo de ranking apelidado de PageRank. Entretanto, Page e Brin decidiram trocar o nome para o Google, que por sua vez é uma referência ao termo matemático “gogol" ou “googol”, que designa o número 1 seguido pelo número 0 cem vezes.

Ambas nomenclaturas servem para ilustrar valores muito grandes, correspondentes ao grande número de páginas exibidas pelo site a cada pesquisa. Brin e Page não sabiam como pronunciá-lo corretamente e, por isso, a grafia acabou se tornando a que conhecemos hoje.

Este foi o logo do Google de maio de 1999 a maio de 2010. Foi uma das versões que mais durou antes de passar por novas mudanças a partir de 2010 (Imagem: Divulgação/Google)
Este foi o logo do Google de maio de 1999 a maio de 2010. Foi uma das versões que mais durou antes de passar por novas mudanças a partir de 2010 (Imagem: Divulgação/Google)

Quando o Google foi fundado?

O Google foi ao ar em janeiro de 1996, com uma interface comum à época. A página rodava somente nos servidores da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, os fundadores do Google perceberam que o projeto poderia se tornar algo mais concreto e rentável.

Foi então que, no dia 15 de setembro de 1997, o nome "Google" foi oficialmente registrado. Em 4 de setembro de 1998, o serviço, já distribuído para outros servidores, iniciou suas atividades. Isso culminou na abertura da empresa de mesmo nome que, no início de sua trajetória, ficava em uma garagem na Califórnia, cuja dona era Susan Wojcicki, amiga de Brin e Page.

A antiga casa de Susan Wojcicki com a garagem que serviu de base para a primeira "sede" do Google em Menlo Park, Califórnia (Imagem: Jordiipa/<a href="https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Google_garage.JPG" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Wikimedia Commons" class="link rapid-noclick-resp">Wikimedia Commons</a>)
A antiga casa de Susan Wojcicki com a garagem que serviu de base para a primeira "sede" do Google em Menlo Park, Califórnia (Imagem: Jordiipa/Wikimedia Commons)

A partir de 1998, o projeto Google começou a receber inúmeros investimentos. O primeiro grande investidor, Andy Bechtolsheim, investiu US$ 100 mil, o que, na conversão atual, equivale a R$ 563 mil. Em 2004, a empresa abriu seu capital na bolsa de valores, iniciando venda de ações.

Quem foi o primeiro funcionário do Google?

Susan Wojcicki e Craig Silverstein estavam entre os primeiros funcionários contratados pelo Google, no final da década de 1990 (Divulgação/Google. Montagem: Canaltech)
Susan Wojcicki e Craig Silverstein estavam entre os primeiros funcionários contratados pelo Google, no final da década de 1990 (Divulgação/Google. Montagem: Canaltech)

O primeiro funcionário do Google enquanto empresa foi Craig Silverstein, amigo dos fundadores e também um doutorando em Stanford. Silverstein ficou na empresa até 2012, quando saiu para se juntar ao time responsável pelo funcionamento da Khan Academy, plataforma de estudos online.

Susan Wojcicki, a dona da garagem usada para abrigar o Google, também se juntou ao time dos fundadores da companhia. Mas isso só aconteceu em 1999, quando Wojcicki se tornou a primeira gerente de marketing do Google.

Wojcicki é uma das funcionárias mais antigas da história do Google, tendo mais de 20 anos de empresa. Contudo, ela não atua mais diretamente no Google, que controla o buscador. Desde 2014, a executiva ocupa o cargo de CEO do YouTube.

Por onde andam os fundadores do Google?

Larry Page

Larry Page ficou como CEO do Google de 1998 até 2001, quando saiu do cargo que passou a ser ocupado por Eric Schmidt. Mas, em 2011, Page voltou a assumir a posição depois que Schmidt saiu da companhia.

Page também atuou como CEO da Alphabet Inc., a holding responsável por abrigar o Google e todas as outras subsidiárias que antes ficavam sob o guarda-chuva do próprio Google. Entre elas estão a Fiber, que atua como uma provedora de internet nos EUA, e a Nest, responsável pelos termostatos e outros dispositivos inteligentes para Internet das Coisas (IoT). Há ainda as divisões de saúde (Calico), inteligência artificial (DeepMind) e carros elétricos (Waymo).

Desde 2019, Page não ocupa mais o cargo de CEO da Alphabet, que passou para Sundar Pichai.

Após idas e vindas como CEO do Google, Larry Page assumiu o cargo de presidente da Alphabet. Depois, saiu da posição em 2019 (Imagem: Divulgação/Alphabet)
Após idas e vindas como CEO do Google, Larry Page assumiu o cargo de presidente da Alphabet. Depois, saiu da posição em 2019 (Imagem: Divulgação/Alphabet)

Sergey Brin

Sergey Brin, co-fundador do Google, também atuou como presidente da Alphabet junto de seu antigo amigo e parceiro de projetos, até Sundar Pichai assumir o cargo em 2019.

Apesar de não estar evidente na mídia, Brin sempre se envolveu em projetos do Google e das demais subsidiárias da Alphabet. Lembra do Google Glass? Pois então. Brin esteve diretamente envolvido no desenvolvimento dos óculos inteligentes.

Sergey Brin foi quem desenvolveu a interface da primeira versão do Google, ainda na década de 1990 (Imagem: Divulgação/Google)
Sergey Brin foi quem desenvolveu a interface da primeira versão do Google, ainda na década de 1990 (Imagem: Divulgação/Google)

Aqui, mais uma curiosidade: Brin é creditado como co-fundador do Google, e não como o fundador, de fato. Isso porque foi Larry Page quem criou o algoritmo de ranking PageRank, o “coração" do mecanismo de buscas da empresa e, portanto, Page é considerado o fundador do Google. Em contrapartida, Brin foi responsável pela página original do buscador.

Bônus: quando o Google chegou no Brasil?

O Google chegou oficialmente ao Brasil no início dos anos 2000, quando o domínio "google.com.br" conseguiu ser registrado. Naquele tempo, a sede que administrava o site era localizada nos Estados Unidos, e somente quatro anos depois o Google Brasil foi registrado com um CNPJ.

Em 2005, o primeiro escritório brasileiro do Google foi construído em Belo Horizonte, Minas Gerais. Foi também o primeiro escritório da empresa fora dos EUA. Em 2016, a instalação foi reinaugurada como um centro de tecnologia, onde atuam programadores e engenheiros de software da companhia.

O Google Brasil tem escritórios em São Paulo e Belo Horizonte (Imagem: CRibeiro/Google Brasil/Divulgação)
O Google Brasil tem escritórios em São Paulo e Belo Horizonte (Imagem: CRibeiro/Google Brasil/Divulgação)

Pouco tempo depois da abertura do escritório na capital mineira, o escritório em São Paulo foi inaugurado. Esta sede é, até hoje, a principal do Brasil.

O primeiro funcionário do Google no Brasil foi Berthier Ribeiro-Neto, que permanece na empresa até hoje. Berthier comanda o laboratório de engenharia do Google para a América Latina.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos