Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.551,54
    -228,15 (-0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Quem está com a varíola dos macacos pode doar sangue?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou novas orientações para quem deseja doar sangue. No Brasil, pessoas que tiveram contato recentemente com casos da varíola dos macacos (monkeypox) ou que estão infectados pelo vírus estão temporariamente impedidos de doar.

A orientação da Anvisa foi compartilhada, após a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertar sobre a ocorrência de surtos de varíola dos macacos em diversos países não endêmicos. No caso do Brasil, o Ministério da Saúde confirma pelo menos 449 casos da infecção.

Pacientes com a varíola dos macacos não devem doar sangue, segundo a Anvisa (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)
Pacientes com a varíola dos macacos não devem doar sangue, segundo a Anvisa (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)

Varíola dos macacos é transmitida pelo sangue?

Antes de entender a proibição em doar sangue, é preciso explicar que, no momento, ainda não se sabe se o vírus da varíola dos macacos pode ser transmitido pelo sangue. "Não há confirmação científica de que o vírus seja transmissível por meio de sangue, tecidos, células e órgãos e não há, até o momento, relatos de casos transmitidos por transfusão de sangue", explica a Anvisa.

Dessa forma, a medida recém-anunciada é preventiva. A partir de agora, os possíveis doadores serão questionados sobre a doença enquanto passam pela triagem clínica da doação. Hoje, dois grupos estão impedidos temporariamente de doar:

  • Aqueles que tiveram contato com pessoas ou animais infectados, mesmo que não tenha manifestado sintomas (por exemplo, febre e lesões na pele), não deve doar sangue até 21 dias após o contato;

  • Quem tem ou teve a infecção pelo vírus não deve doar sangue até que todos os sintomas e lesões estejam totalmente resolvidos e, no mínimo, 21 dias após o início dos sintomas.

"Recomenda-se também a intensificação das orientações de informação pós-doação (IPD) relacionada ao aparecimento de lesões cutâneas associadas a linfonodomegalia e febre", detalha a Anvisa, em nota técnica.

Quem está doente pode doar sangue?

Apesar da nota técnica da Anvisa especificando a questão de doação de sangue em casos de pacientes infectados pela varíola dos macacos ou de contatos, pessoas que estão doentes —independente da doença ser causada por vírus ou bactérias — não estão habilitadas para a doação.

De acordo com o Pró-Sangue, um dos critérios básicos para quem alguém seja doador é "estar em boas condições de saúde". Além disso, todo indivíduo que está doente deve permanecer por um período específico sem doar, o que pode variar para cada doença. Em alguns casos, a condição pode impedir a doação por definitivo.

Quem está resfriado deve aguardar no mínimo sete dias após desaparecimento dos sintomas para doar. Em caso de herpes labial ou genital, a pessoa somente estará apta após desaparecimento total das lesões. No caso da covid-19, é necessário esperar 10 dias após a recuperação.

O caso da febre amarela é um dos mais rigorosos. Isso porque quem esteve em região — onde há surto da doença — deve aguardar 30 dias para doar, após o retorno. Agora, quem contraiu a doença, deve aguardar pelo menos seis meses após recuperação completa (clínica e laboratorial).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos