Mercado abrirá em 8 h 25 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,86
    +0,58 (+0,53%)
     
  • OURO

    1.853,10
    +11,00 (+0,60%)
     
  • BTC-USD

    30.207,01
    +897,95 (+3,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    675,28
    +1,91 (+0,28%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.327,28
    -389,96 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.932,59
    +193,56 (+0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.979,75
    +139,00 (+1,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1485
    -0,0043 (-0,08%)
     

'Careca' de banco dos EUA faz sucesso no Brasil com análises

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Robin Brooks, ou o 'careca' do Goldman Sachs
Robin Brooks, ou o 'careca' do Goldman Sachs
  • Economista é um dos poucos defensores do Real no mundo das finanças;

  • Graças à sua posição, Robin Brooks conseguiu uma legião de fãs brasileiros;

  • Para ele, conversão do real para o dólar deveria ser de R$ 4,50 por dólar.

Robin Brooks é um economista alemão, formado na London School of Economics e na Universidade de Yale. Atualmente ele trabalha no Instituto de Finanças Internacionais. Até então, um currículo certamente impressionante, mas também, nada que o dê a proeminência que tem. Bem, pelo menos na internet brasileira.

Por aqui ele é conhecido como "o careca do Goldman", em alusão à sua cabeça calva e ao fato de ter trabalhado, já não trabalha mais, no banco Goldman Sachs, um dos maiores do mundo, presente em mais de uma dezena de países, como Estados Unidos, Inglaterra, Singapura, Brasil, Espanha, Canadá, Coreia do Sul, Alemanha, Austrália, Itália, Emirados Árabes, China, Japão e outros.

Um dos maiores motivos de sua fama por aqui é o fato de pregar há anos que o Real é uma moeda subvalorizada, ou seja, deveria ter um poder maior em relação às outras moedas estrangeiras. Até mesmo em momentos de crise da moeda, como o que ela passou nos últimos anos, o fez desistir de suas convicções.

Por conta disso, o economista ganhou uma legião de fãs brasileiros, que o saúdam a cada publicação com imagens, memes e dizeres de "in careca we trust", um trocadilho com o lema nacional americano, escrito no dólar "In God We Trust". Isto ganhou ainda mais força após o Real melhorar 19% neste ano, passando para uma cotação de R$ 4,70 por dólar.

Para Brooks, a moeda ainda sim está abaixo da cotação correta. Nos últimos dias ele afirmou que em suas avaliações, a troca ideal atualmente seria R$ 4,50 por dólar. De acordo com o economista, o país tem bons fundamentos econômicos e os índices de comércio exterior estão melhorando, o que trará ainda um maior aumento para nossa moeda.

No entanto, seus críticos afirmam que o momento da cotação do Real é único, e que os ganhos foram impulsionados pelo aumento da taxa de juros e o aumento da demanda das exportações do país. A maioria dos analistas financeiros, dizem que, na verdade, o Real deve enfraquecer até o fim do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos