Mercado fechado

Conheça Horacio Cartes, o ex-presidente do Paraguai alvo da Lava Jato

Horacio Cartes é suspeito de ocultar seu patrimônio (Foto: AP Photo/Marta Escurra)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Horacio Cartes é alvo de um mandado de prisão expedido no Rio de Janeiro

  • Ele é suspeito de ocultar seu patrimônio com a ajuda do doleiro Dario Messer

A Operação Lava Jato no Rio de Janeiro expediu nesta terça-feira (19) um mandado de prisão para Horacio Cartes, ex-presidente do Paraguai. Ele é suspeito de ocultar seu patrimônio com a ajuda do doleiro Dario Messer, preso em julho deste ano. No entanto, essa não é a única polêmica de sua trajetória empresarial e política.

Em 2013, quando chegou à presidência, Cartes se envolveu em conflitos de interesses públicos e privados: foi acusado de de nomear funcionários de suas empresas para trabalharem em cargos oficiais no governo.

Leia também

Ele é membro do Partido Colorado, que governou o Paraguai por 61 anos seguidos – inclusive o período entre 1954 e 1989, durante a ditadura do general Alfredo Stroessner. Fora do poder desde 2008, o partido voltou a ocupar a presidência com o apoio empresarial e do mercado financeiro. Esses setores da sociedade paraguaia viam em Cartes, um dos homens mais ricos do país, a possibilidade de se recuperarem da crise econômica pela qual o Paraguai passava desde 2012.

Horacio Cartes deixou a presidência em agosto do ano passado com popularidade de apenas 18%. A opinião pública se voltou contra ele após uma tentativa fracassada de alterar a Constituição para conseguir se reeleger.

Cartes enriqueceu através da empresa Tabacalera del Este, a maior produtora de cigarros do Paraguai, da qual é fundador e maior acionista. Os cigarros da marca já foram apreendidas como contrabando em países como Brasil, Colômbia e México – nos três, o empresário chegou a ser alvo de investigação na Justiça.

Nos anos 1980, o político foi preso por evasão de divisas, e em 2011 os documentos divulgados no Wikileaks revelaram que ele era investigado por um esquema internacional de narcotráfico e lavagem de dinheiro. Cartes nega todas as acusações.