Mercado fechará em 51 mins

Quem é Jair Renan, filho de Bolsonaro e aposta do bolsonarismo para rivalizar com Felipe Neto

Ana Paula Ramos
·3 minuto de leitura
BRASILIA, BRAZIL - SEPTEMBER 02: Jair Renan Bolsonaro, son of Jair  Bolsonaro, looks after the presentation ceremony of Plano de Contingencia para a Pessoa Idosa (Contingency Plan for the Elderly) amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic at the Planalto Palace on September 02, 2020 in Brasilia. Brazil has over 3,950,000 confirmed positive cases of Coronavirus and has over 122,596 deaths. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)
Jair Renan Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

Na semana passada, Jair Renan Bolsonaro, 22 anos, estreou um programa de entrevistas em seu canal no Youtube chamado “Condomínio 04”. O título do programa do filho 04 do presidente Jair Bolsonaro é uma referência ao condomínio Vivendas da Barra, endereço de seu pai no Rio de Janeiro.

O presidente disse que Jair Renan namorou “metade do condomínio”, depois que surgiu a notícia de que o 04 teria tido uma relação com a filha do miliciano Ronnie Lessa, também morador do Vivendas e acusado de envolvimento no assassinato de Marielle Franco.

Leia também

Até então, Bolsonaro Jr., como se autointitula, tinha um perfil relativamente discreto, ao contrário de seus meios-irmãos.

Filho de Jair Bolsonaro e sua segunda mulher, Ana Cristina Siqueira Valle, ele morava em Resende, no interior do Rio de Janeiro.

Quando o pai assumiu a presidência da República, mudou-se para Brasília. Passou a cursar Direito em uma faculdade particular e era presença certa nas baladas da capital, antes da pandemia.

Desde o ano passado, o nome dele foi ganhando visibilidade. Em outubro, ele abriu um escritório em Brasília, batizado de Camarote 311, instalado no camarote do mesmo número no estádio Mané Garrincha. O ramo de atuação da empresa seria “entretenimento, empreendedorismo, ativação de marcas, YouTube/esportes e network”.

A festa de lançamento da Camarote 311 foi registrada pela Astronauta Filmes, produtora que tem entre seus clientes o governo federal. A empresa prestou o serviço gratuitamente para a Camarote 311, o que configura violação do princípio da impessoalidade.

Até o momento, Jair Renan ainda não se lançou no mundo da política, mas não descarta a hipótese. Analistas já perceberam que ele vem atraindo um público jovem para o bolsonarismo, no que seria uma tentativa de rivalizar com Felipe Neto, influenciador da área de games, crítico ao governo.

“Quer polêmica? Fala comigo seus betas!”

A frase foi usada na divulgação do programa de entrevistas no YouTube.

E, como um bom Bolsonaro, Jair Renan já tem polêmicas no currículo.

Em abril, em um vídeo no YouTube minimizou a pandemia.

"Que pandemia, malandro? Isso aí é história da mídia para trancar você em casa, para achar que o mundo está acabando. É só uma gripezinha, irmão, tomar no c.. Peguei, passou", afirmou.

Em seguida, o filho do presidente quis fazer uma piada, parafraseando uma brincadeira feita pelo cantor Leonardo, mas acabou errando a ordem das frases: "Prefiro morrer tossindo do que morrer transando. Não, prefiro morrer transando do que tossindo", corrigiu, rindo. "Foi mal, foi mal, tá tarde já. Eu prefiro morrer transando do que tossindo, rapaziada", completou.

O primeiro programa de entrevistas, com Raiam Santos, CEO da Kobe Editora, uma holding nos segmentos de grupos de lançamentos digitais, produção editorial e de conteúdo, foi criticado pelas piadas machistas e racistas.

Logo nos primeiros instantes, os dois fizeram uma espécie de disputa para ver “quem comeu mais gente”.

Depois, Raiam Santos ainda disse: “o ser humano é racista por natureza”.