Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.466,10
    +657,36 (+1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Quem é Yelena Belova, a outra Viúva Negra das HQs no próximo filme da Marvel?

·7 minuto de leitura

Viúva Negra, o filme solo da Marvel Studios dedicado ao passado de Natasha Romanoff, a famosa espiã ruiva interpretada por Scarlett Johansson por mais de dez anos, deveria ter estreado em abril do ano passado. O longa, embora aconteça em um período anterior aos eventos de Vingadores: Ultimato, deveria ser o começo da Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês). Mas… devido à pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o título sofreu várias alterações de agenda e agora ficou para o mês que vem.

A Fase 4 acabou começando com as séries da Marvel no Disney+, leiam-se como WandaVision, Falcão e o Soldado Invernal e, agora, Loki. “Mas como Viúva Negra vai se encaixar no que apareceu até agora e por que o filme é importante para o futuro do MCU, sendo que acontece no passado?”, você pode perguntar. Bem, primeiro porque responde algumas questões e deve encerrar pontas soltas no progresso de Romanoff durante toda sua trajetória ao lado dos Vingadores.

E, segundo, e tão importante quanto a razão acima, é que Viúva Negra deve apresentar personagens que ainda não apareceram e habitam o MCU, em uma tonalidade de filme de ação e espionagem um pouco distinto do que já vimos nos enredos mais “pé no chão” da Marvel na franquia Capitão América.

Depois de vários teasers, um dos rostos que chamam a atenção é o de Yelena Belova, a “outra” Viúva Negra da Marvel Comics, representada nas telonas por Florence Pugh. Mas quem é Yelena Belova nos quadrinhos? Qual sua relação com Natasha? E por que ela pode se tornar uma peça importante no MCU? O Canaltech faz aquele resumo da história da personagem nas revistas e projeta sua participação no universo compartilhado da Casa das Ideias.

Belova surgiu para ampliar o background das Viúvas Negras

Antes de falarmos exatamente sobre Yelena Belova, vamos contextualizar sua estreia na Marvel Comics, que aconteceu como uma participação em Inhumans #5, de 1999, pelas mãos do roteirista Devin Grayson e do desenhista J.G. Jones. Na época, a editora passava por reformulações e dificuldades financeiras, e o ilustrador Joe Quesada vinha ganhando prestígio em funções executivas.

Quesada começava sua trajetória rumo à chefia na Marvel com o projeto Marvel Knights, que tinha como proposta reunir os “heróis de rua”; personagens queridos pelos fãs mas que não se encaixavam direito na cronologia de todo o Universo Marvel e muitas vezes eram esquecidos pelos roteiristas — a maioria não conseguia sustentar um título mensal por muito tempo. A ideia era a de fortalecer algumas propriedades oferecendo estofo para o passado delas, assim como novos rostos e um tom mais cru e sombrio, com temas mais complexos.

Imagem: Reprodução/Marvel
Imagem: Reprodução/Marvel

Essa nova visão já previa um número maior de personagens femininas; e a ideia de Grayson e Jones para uma trama que explorasse o passado de Romanoff, introduzindo Belova, poderia acrescentar um interessante elemento para as tramas de espionagem na Marvel Comics — especialmente com o programa Sala Vermelha.

Assim, depois de uma minissérie própria, em 1999, Yelena Belova ganhou uma segunda trama limitada, em 2001, com a presença do Demolidor e de Natasha Romanoff. Em 2002, teve outro especial, já no selo adulto Marvel MAX, sob os cuidados de Greg Rucka e Igor Kordey, em um flashback que possivelmente deve ter servido de inspiração para a adaptação.

Quem é Yelena Belova?

Natasha Romanoff costumava aparecer nos quadrinhos como femme fatale e sempre era usada como um elemento surpresa, normalmente com histórias envolvendo traição e complô, quase como uma vilã que às vezes fazia papel de mocinha. Com o tempo, sua presença passou a ser mais recorrente, especialmente como coadjuvante ao lado do Homem-Aranha, Capitão América, Demolidor e Nick Fury.

Assim, Romanoff passou a estar mais ao lado dos heróis, de uma forma semelhante até como aconteceu no MCU. Belova aparece justamente como uma versão mais jovem e tão perigosa quanto sua antecessora, com aquele caráter muitas vezes duvidoso e o mistério sobre suas reais intenções — da mesma forma que a Viúva Negra agia originalmente. Ou seja, ela veio para representar a versão anterior da mesma personagem, de uma forma atualizada.

Yelena Belova foi uma das 28 órfãs a participarem do programa “Black Widow Ops” na Sala Vermelha, uma iniciativa soviética ultrassecreta durante a Guerra Fria para o desenvolvimento de jovens assassinas — o mesmo que formou Natasha Romanoff e Dottie Underwood, que apareceu na série Agente Carter. Belova nasceu na Ucrânia soviética, em Kiev, e teve uma crescimento difícil. Isso a levou a estar sempre leal a quem pudesse aproximá-la do poder.

Imagem: Reprodução/Marvel
Imagem: Reprodução/Marvel

Depois das várias horas de treinamento, sessões de tortura, lavagem cerebral, uso de drogas experimentais e aprendizado de combate corpo a corpo, ela também se tornou uma assassina de elite. Ela não possui poderes, mas suas habilidades de luta, uso de armas e visão tática, aliados a vida mais longa e cura rápida, conferem à espiã um arsenal de respeito. Belova tem o condicionamento físico de uma ginasta olímpica.

À medida que Romanoff descobre mais sobre suas memórias falsas, implantadas durante o tempo que esteve na Sala Vermelha (como o fato de que ela nunca foi uma bailarina), sua fidelidade à Rússia deteriora. Com sua lealdade colocada em dúvida e um romance com um herói, no caso o Gavião Arqueiro, ela tenta se livrar do domínio da União Soviética, que, então, recorre à Belova para eliminar a Viúva Negra traidora.

E Belova tem uma motivação extra para vencer sua “irmã”: ela foi a única a superar a pontuação de Romanoff na Sala Vermelha, assim, acredita ser a legítima herdeira do título de Viúva Negra. E, embora realmente tenha se mostrado uma combatente até superior, com decisões mais inteligentes no momento da ação, ela muitas vezes perde para Romanoff, que planeja seus movimentos e usa alianças de maneira mais estratégica.

Imagem: Reprodução/Marvel
Imagem: Reprodução/Marvel

Posteriormente, Belova também se liberta do domínio de seus formadores, com Romanoff, Nick Fury e a SHIELD revelando para ela como suas memórias foram implantadas. Ela chegou a se juntar aos heróis, mas certa vez foi ferida em batalha e culpou-os, aliando-se com a Hydra. Nesse período, ganhou a habilidade de copiar os poderes ao seu redor, sob certo custo mental. E, embora tenha sido maltratada por alguns roteiristas, segue perseguindo o título de Viúva Negra — e merece, pois já provou que consegue trilhar um caminho próprio e sair da sombra de Romanoff.

E aqui vai um detalhe curioso sobre o visual das personagens nas capas de uma das séries limitadas da Viúva Negra. Se você prestar mais atenção, vai notar que Romanoff foi desenhada de uma forma parecida com Angelina Jolie, enquanto Belova lembrava justamente Scarlett Johansson, em uma época que ninguém — talvez a Marvel — sequer ainda sonhava em vê-las em filmes de super-heróis. Eis que ambas agora estão no MCU.

Como Yelena Belova deve se encaixar no MCU?

A personagem terá bastante importância em Viúva Negra, pois será um dos fios condutores do arco que envolve a formação das duas assassinas no programa Sala Vermelha. Além disso, ela vai mostrar o que aconteceu quando Romanoff deixou o grupo e os eventos ocorridos entre Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita.

A história também envolve outros personagens “soviéticos”, a exemplo do Guardião Vermelho, (David Harbor), Melina Vostokoff (Rachel Weisz), Dreykov, chefe da Sala Vermelha (Ray Winstone), e Mason (O-T Fagbenle). Entre os vilões estão o Treinador, um lutador que tem memória fotográfica e pode reproduzir estilos de combate de pessoas que já observou; e, possivelmente, a super-organização criminosa IMA (Ideias Mecânicas Avançadas), comandada por MODOK.

Imagem: Reprodução/Marvel
Imagem: Reprodução/Marvel

Belova aparece com frequência nos trailers, então, é possível que ela se alie com Romanoff para acabar de vez com a perseguição imposta pela Sala Vermelha, enquanto também tenta neutralizar as investidas da IMA. E, claro, muitos já veem o filme não somente como um encerramento da trajetória da Viúva Negra de Johansson no MCU, como também a atriz “passando a tocha” para Florence Pugh, que deve carregar o manto da personagem nas próximas fases.

Como Pugh já teria participado de algumas sequências da série Gavião Arqueiro, ao lado de Jeremy Renner e Hailee Steinfeld, então, acostume-se com a ideia de vermos muito mais de Yelena Belova em ação. Viúva Negra chega aos cinemas no dia 9 de julho, data em que também terá estreia no streaming, entre os lançamentos premium do serviço Disney+.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos