Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.713,84
    -400,12 (-1,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Queda do PIB da Rússia pode chegar a 12,4% neste ano, mostra documento do Ministério da Economia

Visão de Moscou

(Reuters) - A Rússia prevê que a economia terá contração de 8,8% em 2022 em seu cenário base, ou de 12,4% num cenário mais conservador, mostrou um documento do Ministério da Economia nesta quarta-feira, em mais uma evidência de que a pressão das sanções ocidentais está cobrando seu preço.

A previsão conservadora está alinhada com a do ex-ministro das Finanças Alexei Kudrin, que disse mais cedo neste mês que a economia estava a caminho de recuar mais de 10% neste ano, no maior declínio do Produto Interno Bruto (PIB) desde 1994.

O Ministério da Economia espera que a economia da Rússia cresça 1,3% em 2023, 4,6% em 2024 e 2,8% em 2025, mostrou o documento. Segundo o cenário conservador, a economia deve ter contração de 1,1% no ano que vem.

A extensão dos danos à economia russa em 2022 não está clara devido à incerteza em relação a possíveis novas sanções e a questões comerciais. É provável que o governo revise as previsões várias vezes este ano.

A inflação, que já atingiu 17,62% até o dia 15 de abril, deve acelerar para 22,6% neste ano, mostrou o documento, e permanecer bem acima da meta de 4% do banco central em 2023.

(Reportagem da Reuters)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos