Mercado fechará em 5 hs
  • BOVESPA

    109.581,40
    -607,17 (-0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.020,65
    +221,19 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,78
    +0,53 (+0,71%)
     
  • OURO

    1.789,70
    +7,30 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    16.865,09
    -137,85 (-0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,85
    -5,95 (-1,48%)
     
  • S&P500

    3.941,26
    -57,58 (-1,44%)
     
  • DOW JONES

    33.596,34
    -350,76 (-1,03%)
     
  • FTSE

    7.518,90
    -2,49 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.814,82
    -626,36 (-3,22%)
     
  • NIKKEI

    27.686,40
    -199,47 (-0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.489,00
    -77,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5085
    +0,0298 (+0,54%)
     

Queda do Bitcoin é a quinta maior da história do capitalismo, diz BofA

Bitcoin dentro de uma bolha.
Bitcoin dentro de uma bolha.

Com o Bitcoin perdendo 77% de seu valor desde seu pico, há cerca de um ano, o Bank of America (BofA) classificou a queda da criptomoeda como a quinta maior bolha da história do capitalismo.

Na sua frente estão alguns eventos bem antigos, como o declínio de 89% da Companhia do Mar do Sul no ano de 1720 e a queda de 95% da Companhia do Mississippi naquele mesmo ano.

Em outro gráfico, o BofA também mostra eventos mais recentes, como a quebras de bolsas e ações. Assim como o recuo do ouro na década de 80, a bolha da internet na virada do milênio e também a crise de 2008.

Bitcoin, a montanha-russa financeira

Criado em 2009, o Bitcoin não demorou muito para atingir a paridade com o dólar. Após isso, presenciou seu primeiro bull run em 2013, quando ultrapassou os US$ 1.000 dólares antes de cair para os US$ 150, principalmente pela falência da maior corretora na data, a Mt. Gox.

Mais tarde, surpreendeu o mundo novamente enquanto beirava os US$ 20.000 em 2017 disputando espaço com novas criptomoedas, rivais ou tão diferentes quanto podiam ser. Entretanto, seu preço desabou novamente, agora para os US$ 3.000.

Em relação a esta mínima, o Bitcoin valorizou 1.600% em dois anos, conforme aponta o BofA. Alcançou os US$ 69.000 em uma velocidade incrível, mas a história se repetiu, com uma queda acentuada e rápida.

Maiores bolhas das últimas décadas. Fonte: Bank of America.
Bitcoin e outros investimentos que apresentaram grandes quedas desde 1970. Fonte: Bank of America.

Ao seu lado estão investimentos mais tradicionais, como ouro e ações, mas que também passaram por crises semelhantes. FANG+, um índice na bolsa de Nova York que acompanha ações de tecnologia, mostra que o Bitcoin não está sozinho nesta.

Queda do Bitcoin é a quinta maior bolha da história, diz BofA

A quinta maior até agora, ou seja, pode piorar. Afinal, muitos investidores estão apreensivos com a falência da FTX, acreditando que o Bitcoin pode cair ainda mais devido ao contágio deste fiasco.

Com queda de 77% desde 9 de novembro do ano passado, pouco mais de um ano, a queda do Bitcoin só fica para trás de outros cinco crashes. Dois deles são de 1720, há três séculos, ano em que a Companhia do Mississippi perdeu 95% de seu valor e a Companhia do Mar do Sul 89%.

Maiores bolhas do capitalismo, bitcoin é a quinta maior. Fonte: Bank of America.
Maiores bolhas do capitalismo, bitcoin é a quinta maior. Fonte: Bank of America.

Na sequência aparecem o declínio de 89% do índice Dow Jones em agosto de 1929 e um índice que cobre o setor de construção nos EUA que desabou 83% em 2005.

Portanto, o Bitcoin aparece como a quinta maior bolha da história do capitalismo no relatório do Bank of America, com grande chance de subir mais uma posição caso a desconfiança do mercado continue.

Por fim, vale lembrar que o Bitcoin presenciou quedas percentuais ainda maiores no passado e conseguiu se reerguer. Sendo assim, até Elon Musk, homem mais rico do mundo, está acreditando em uma retomada de preços. Entretanto, este inverno deve ser mais longo do que todos pensaram.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.