Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,83
    -0,31 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.836,10
    +4,30 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    35.265,65
    -38,70 (-0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,25 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,64 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -15,50 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Queda de bimotor: no sétimo dia de buscas, mãe do copiloto posta conversa sobre 'comidinha' para o filho, e namorada promove hashtag 'AchemoAvião'

·2 min de leitura

No dia que completa uma semana do desaparecimento do bimotor modelo PA-34-220T e prefixo PP-WRS, que caiu em alto-mar entre Ubatuba (SP) e Paraty (RJ) com três pessoas a bordo – o piloto Gustavo Calçado Carneiro, de 27 anos; o copiloto, José Porfírio de Brito Júnior, de 20; e o empresário Sérgio Alves Dias Filho, de 45 – a empresária Ana Regina Agostinho, mãe do copiloto, publicou nas redes sociais uma conversa que teve com o filho. Nela, o rapaz pede um prato específico de comida que gosta. Ana fala que fez frango. Logo em seguida José pede a mãe que faça arroz, carne moída e purê. Em cima do diálogo Ana escreveu: "A sua mamãezinha vai fazer muita comida para você, meu filho".

Com a ajuda de moradores e cães farejadores, os pais de José Porfírio estão vasculhando ilhas de Paraty e os arredores da Ilha Grande. Ao GLOBO, Ana Regina disse que "tem certeza de que o filho está vivo'.

— Eu acredito que o meu filho está vivo. Sinto isso no coração de mãe — disse ela.

A aeronave caiu após decolar do Aeroporto de Campinas (SP) em direção ao Aeroporto de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Na última quinta-feira, a Força Aérea Brasileira (FAB) encontrou o corpo de Gustavo. Nesta quarta-feira, o Corpo de Bombeiros do Rio e parentes do copiloto continuam as buscas pelos dois desaparecidos. Enquanto isso, a namorada de José Porfírio, a universitária Thalya Ares Viana, usou as redes sociais para pedir ajuda nas buscas, aderindo ao movimento #AchemoAvião.

Nesta manhã, a namorada do copiloto postou fotos ao seu lado e escreveu: "Logo logo você volta e vamos comer hambúrguer, vamos fazer nossas fofocas e rir de coisas retardadas", escreveu a universitária.

Na terça-feira, o pai do copiloto, o piloto de avião José Porfírio de Brito, de 60, disse ao GLOBO que o avião bimotor em que o filho e outras duas pessoas estavam havia sofrido uma pane nos dois motores antes de cair no mar. De acordo com ele, um Boeing da empresa Gol que passava pela região recebeu um alerta no rádio de comunicação e o seu comandante orientou como o piloto do bimotor deveria proceder no momento da avaria. José Porfírio afirmou, ainda, ter recebido de profissionais do setor aéreo a localização do acidente. Foi nesse local que os militares encontraram uma poltrona e outros objetos que eles acreditam ser dar aeronave.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos