Mercado abrirá em 6 h 46 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,01
    +0,42 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.811,20
    -4,70 (-0,26%)
     
  • BTC-USD

    29.137,54
    -889,00 (-2,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    649,36
    -21,32 (-3,18%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.116,68
    -527,60 (-2,56%)
     
  • NIKKEI

    26.399,91
    -511,29 (-1,90%)
     
  • NASDAQ

    11.888,50
    -47,00 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2303
    +0,0120 (+0,23%)
     

Quatro desvantagens do Python em relação a outras linguagens de programação

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A linguagem de programação Python, em 2021, foi considerada o código mais utilizado por desenvolvedores segundo o ranking da empresa de software TIOBE, indicando sua popularidade que vem crescendo durante décadas. Mas no meio de tanta positividade com ela, alguns dos detalhes mais incômodos de sua utilização acabam se perdendo.

Segundo o site ITPro Today, o Python é boa linguagem de programação, mas alguns detalhes de seu uso acabam se tornando frustrantes para alguns desenvolvedores, o que, caso a linguagem não fosse tão conhecida, afastasse muitos programadores dela.

O site ITPro Today cita em especial quatro situações que existem no Python que, de certa forma, vão contra a popularidade e os comentários gerais feito pelos desenvolvedores sobre a linguagem de programação e sua utilidade. Confira:

Motivos pelo qual o Python não deveria ser tão popular

Aplicações em Python não são rápidas

<em>Aplicações criadas em Python acabam não sendo tão rápidas quanto outras feitas em diversas linguagens de programação. (Imagem: Reprodução/Johnson Martin/Pixabay)</em>
Aplicações criadas em Python acabam não sendo tão rápidas quanto outras feitas em diversas linguagens de programação. (Imagem: Reprodução/Johnson Martin/Pixabay)

Em geral, aplicações criadas em Python não são tão rápidas quanto em outras linguagens, como C e o Java , o que faz com que, mesmo que desenvolvedores possam escrever as funções do aplicativo de forma simples e que auxilie com o fluxo de trabalho, eles não possam ter eficiência em suas execuções nos computadores — e em um mundo corrido como o atual, isso importa bastante.

Sintaxe muito rígida

Quem procurou aprender Python em algum momento já deve ter se deparado com o comentário que a linguagem de programação tem uma sintaxe bem específica e simples, resultando em códigos fáceis de serem interpretados.

Ao passo que isso é um ponto positivo, ele também pode ser considerado algo negativo, já que a linguagem não dá espaço para atalhos ou outros tipos de ações que outros códigos permitem para facilitar o processo de programação, por consequência tornando o Python em uma linguagem não muito recomendada para programadores que estejam procurando opções dinâmicas e flexíveis nesses quesitos.

Experiência limitada de programação

<em>A experiência de programação com Python acaba sendo limitada por suas particularidades. (Imagem: Reprodução/Unsplash/Chris Ried)</em>
A experiência de programação com Python acaba sendo limitada por suas particularidades. (Imagem: Reprodução/Unsplash/Chris Ried)

Aprender a programar em Python pode ser mais fácil que em outras linguagens, mas, ao mesmo tempo, traz uma experiência diferente do que pode ser vista em um C#, por exemplo, já que o uso de compiladores e outras interfaces tradicionais de código não são exigidas nela.

Com isso, profissionais que só sabem Python e em algum momento precisem aprender novas formas de desenvolver aplicações acabam tendo que lidar com uma nova curva de aprendizado no processo, por conta das particularidades da linguagem mais popular do mundo.

Dificuldades para desenvolvimento mobile

Nos últimos anos, a programação focada no setor mobile vem aumentando cada vez mais, com empresas procurando desenvolvedores que possam criar aplicações para smartphones frequentemente. Porém, para este fim, o Python não é muito recomendado, já que ele não conta com bibliotecas nativas para o iOS e Android, resultando em um trabalho maior para adaptar programas para ambas as plataformas.

Quem quiser insistir em desenvolver para ambientes mobile com Python, porém, pode utilizar bibliotecas open source como o Kivy e Beeware, que aumentam as funções disponíveis na linguagem para esse tipo de programação — embora ainda não alcancem as possibilidades do Javascript ou Swift, por exemplo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos