Mercado fechará em 42 mins
  • BOVESPA

    112.237,99
    +948,81 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.985,58
    -51,47 (-0,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,82
    -0,53 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.791,60
    -38,10 (-2,08%)
     
  • BTC-USD

    36.223,23
    -1.621,34 (-4,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    827,17
    +7,67 (+0,94%)
     
  • S&P500

    4.330,88
    -19,05 (-0,44%)
     
  • DOW JONES

    34.155,09
    -13,00 (-0,04%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.077,25
    -81,25 (-0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0394
    -0,0670 (-1,10%)
     

Quanto ganha um entregador do iFood?

·3 min de leitura

Quem não gosta de receber na porta de sua casa aquela comida quentinha através do iFood, ou outro serviço de entrega, não é mesmo? A praticidade do processo facilita a vida do usuário, mas já se perguntaram quanto ganha um entregador do iFood? Confira abaixo.

Como se tornar entregador do iFood

Quem deseja se tornar entregador do iFood deve criar uma conta no iFood para Entregadores, disponível apenas para Android, e realizar o cadastro com seus dados, enviando foto de seus documentos, o tipo de veículo que possui, por exemplo, moto ou bicicleta, e a região que deseja entregar.

Após o envio, existe um período de checagem de dados feito pela empresa e a liberação pode demorar alguns dias. O maior fator que contribui para a demora, ou não do início do trabalho é a demanda de pedidos no local escolhido.

<em>Dados necessários para realizar o cadastro na plataforma (Imagem: Rodrigo Folter/Captura de tela)</em>
Dados necessários para realizar o cadastro na plataforma (Imagem: Rodrigo Folter/Captura de tela)

Quais dúvidas que o entregador tiver, ou necessidade de trocar seus dados, tudo pode ser feito pelo aplicativo do iFood, facilitando as conversas entre colaborador e empresa.

As formas que um entregador do iFood recebe

Existem duas formas com as quais um entregador do iFood pode receber. A primeira é diretamente pela empresa, o chamado "Valor de rota". Existem algumas variáveis que influenciam no valor, mas vamos passar por elas abaixo. Além disso, outro ponto importante, mas indireto, são as gorjetas recebidas pelos usuários.

Como se calcula o valor de rota do iFood?

Segundo o Portal do Entregador, blog oficial do iFood, o cálculo é feito através da soma das variáveis retirada do pedido, entrega para cliente e distância rodada. O valor mínimo para qualquer entrega recebeu ajuste no mês de novembro, passando de 6% para 8% por quilômetro rodado e tem que ser sempre, no mínimo R$ 5,31, para ser efetuada a corrida.

<em>Cálculo da distância é uma das variáveis para resultar no valor final (Imagem: iFood/Reprodução)</em>
Cálculo da distância é uma das variáveis para resultar no valor final (Imagem: iFood/Reprodução)

Tipo de veículo utilizado, carro, moto ou bicicleta, horário e dia da semana, condição do trânsito, região, além de agrupamento de pedidos, ou seja, número de pedidos que o entregador precisa realizar antes de chegar a casa do cliente, também alteram o valor final da entrega.

O entregador sempre vê, através do aplicativo, quanto receberá ao final da corrida, tendo assim a possibilidade de decidir se aceita ou não. Além disso, o iFood realiza promoções quando há um elevado número de pedidos, influenciando no valor final da corrida.

Como funcionam as gorjetas?

Essa parte é algo que os entregadores não têm o controle, visto que é de escolha do cliente, mas os valores de gorgeta que podem receber são: R$ 2,00, R$ 5,00 ou R$ 10,00. A forma de pagamento pode ser escolhida pelo cliente e o valor é passado totalmente ao colaborador, o iFood não fica com uma parte.

<em>Valores da gorjeta que é passada inteiramente ao entregador do iFood (Imagem: Rodrigo Folter/Captura de tela)</em>
Valores da gorjeta que é passada inteiramente ao entregador do iFood (Imagem: Rodrigo Folter/Captura de tela)

Como é efetuado o pagamento

Quando o entregador realiza seu cadastro no aplicativo iFood para Entregadores, um dos dados que precisa ser informado é o bancário. É importante manter esses dados sempre atualizados, caso o contrário o iFood considerará o depósito realizado na conta informada, como válido.

O repasse ao entregador é realizado de forma semanal, calculando os valores das entregas realizadas de segunda a domingo e o valor é repassado na quarta-feira seguinte ao cálculo, e as gorjetas recebidas dos clientes são calculadas da mesma forma.

Qual a média que um entregador do iFood recebe

Ainda segundo o portal, cerca de 80% dos entregadores receberam mais de R$ 1.300 no mês. Para atingir esse valor é necessário trabalhar diariamente cerca de quatro horas. As gorjetas também fazem parte dessa conta, mas o valor delas é passado integralmente ao entregador.

Este artigo não é um publieditorial. Tem caráter unicamente informativo e não isenta o leitor quanto ao dever de tomar conhecimento e compreender a integralidade dos termos de uso do serviço mencionado na matéria jornalística aqui publicada. O Canaltech não se responsabiliza pelas condições e alterações de uso dispostas por empresas, plataformas ou agentes externos, sendo certo que a utilização de serviços de terceiros por parte dos nossos leitores ocorre exclusivamente por sua conta e risco.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos