Mercado fechado

Quanto custa blindar um veículo?

Blindar um veículo, seja ele carro, van ou caminhão, é um serviço que custa caro, mas que tem crescido exponencialmente em todo o Brasil. Dados oficiais da Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem) apontam que o setor estabeleceu um recorde em 2021.

O relatório de 2021 registrou que 20.024 veículos foram blindados no País entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2021, número que representou um aumento de 45% no comparativo com o mesmo período de 2020. O volume registrado foi o maior desde 1995, e a estimativa é que a frota blindada no Brasil esteja próxima dos 300 mil veículos.

As cidades “campeãs” em blindagem de veículos foram duas das principais capitais do Brasil: São Paulo, com 13.033 veículos, algo em torno de 65% do total, e Rio de Janeiro, com 2.563 veículos blindados, número que representa 12,8% do quadro geral.

Insegurança aumentou e, com ela, procura dos clientes que querem blindar o veículo (Imagem: Robinson Machado/Nucleo Editorial/Flickr/CC)
Insegurança aumentou e, com ela, procura dos clientes que querem blindar o veículo (Imagem: Robinson Machado/Nucleo Editorial/Flickr/CC)

Por que blindar o carro ou o caminhão?

O fato de duas das principais metrópoles do Brasil ocuparem o topo da lista de pedidos por blindagens de veículos em 2021 não é coincidência. Em entrevista recente para o pessoal do Webmotors, Marcelo José da Silva, presidente da Abrablin para o triênio 2021/2023, foi taxativo, e atrelou o aumento da violência à maior procura pelo serviço de proteção veicular.

De acordo com o executivo, que citou o aumento dos sequestros-relâmpago ligados ao Pix como fator extra, “quando a criminalidade passa a atuar mais intensamente, a sensação de insegurança cresce e faz com que mais pessoas recorram à blindagem como alternativa de maior proteção”.

A maior procura para saber quanto custa blindar um veículo se mostra ainda mais ligada ao aumento da violência no trânsito quando os números da Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo são colocados na mesa. Segundo compilado divulgado pela Ituran, empresa de rastreamento veicular, apenas em outubro de 2022 houve registro de 12.634 roubos ou furtos de veículos.

Blindagem impede que vidros do veículo sejam quebrados (Imagem: Skolostudio/Envato/CC)
Blindagem impede que vidros do veículo sejam quebrados (Imagem: Skolostudio/Envato/CC)

O número é 7% maior do que o divulgado no mesmo mês de 2021, e contribui para a assustadora estatística deste tipo de crime em São Paulo nos primeiros dez meses do ano. Entre janeiro e outubro de 2022, foram registradas 108.438 ocorrências envolvendo roubo ou furto de veículos (carros, motos e comerciais leves), 15% a mais que no ano anterior.

A violência física, principal motivo que leva alguém a procurar saber quanto custa blindar um carro, blindar um caminhão ou outro tipo de veículo, também cresceu. O número total chegou a 3.945 apenas em outubro, o maior registrado para um mesmo mês nos últimos três anos.

Segurança do veículo blindado é indiscutivelmente maior (Imagem: Skolostudio/Envato/CC)
Segurança do veículo blindado é indiscutivelmente maior (Imagem: Skolostudio/Envato/CC)

Qualquer veículo pode receber a blindagem?

Quando se fala em blindar um veículo, uma das muitas dúvidas que surgem no cliente interessado é se há alguma restrição para que o serviço possa ser realizado. De acordo com a legislação vigente no Brasil, não há qualquer impedimento legal para que um veículo, seja ele 0km, seminovo ou usado, seja blindado.

Há, porém, um consenso entre as mais de 70 empresas especializadas em atividade no Brasil, sobre quais tipos de veículos não compensam os altos custos de uma blindagem. Em linhas gerais, o serviço de proteção veicular não é recomendado para duas situações específicas, mas por motivos distintos:

  • Veículos fabricados há 10 anos ou mais: não é proibido blindar um veículo com mais de 10 anos de uso, mas o cliente precisa saber que, nestes casos, as peças que serão submetidas ao serviço já podem apresentar um desgaste maior, o que tornaria a blindagem menos recomendável;

  • Carros com motor pouco potente: o segundo caso em que o dono precisa pensar bem se vai ou não realizar a blindagem é para quem tem carro com motor pouco potente, como os 1.0 mais antigos. A blindagem acrescenta entre 200 e 800 quilos ao peso do carro, e isso requer que o veículo esteja preparado para ter um desempenho aceitável com tanta carga extra.

É possível blindar qualquer tipo de veículo, mas há recomendações (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)
É possível blindar qualquer tipo de veículo, mas há recomendações (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)

Comprar blindado ou mandar blindar?

Outra dúvida pertinente - e muito comum - em quem procura saber quanto custa blindar um veículo é se vale mais a pena comprar um carro ou caminhão blindado de fábrica. Não são todas as montadoras que atuam no Brasil que oferecem este tipo de serviço, mas há alguns carros que já saem para o cliente com a proteção veicular instalada.

Os custos do carro/caminhão blindado de fábrica são tão altos quanto mandar fazer o procedimento em uma das empresas especializadas. A vantagem de quem opta pelo primeiro serviço é que a blindagem de fábrica manterá o carro com todas as garantias originais.

Afinal de contas, para quem não sabe, a blindagem não é uma camada protetora aplicada em cima das partes do veículo. O processo é lento e pode demorar entre 30 e 60 dias, pois é necessário fazer a desmontagem completa do veículo, incluindo os vidros, para colocação de aço balístico e outros materiais, como kevlar.

Carros da Volvo são submetidos a vários testes de balística (Imagem: Divulgação/Volvo Cars)
Carros da Volvo são submetidos a vários testes de balística (Imagem: Divulgação/Volvo Cars)

O serviço, oferecido como acessório, é mais encontrado em modelos de carros das marcas consideradas premium no País, como Volvo, BMW, Audi, Jaguar e Mercedes-Benz, entre outras. O valor vai depender do nível de blindagem desejado pelo cliente.

Níveis de blindagem de veículos no Brasil

De acordo com a lei, hoje há quatro oferecidas à população civil no Brasil: I, II-A, e III-A, a mais comum entre as disponíveis de uso irrestrito. A blindagem nível III também pode ser usada por civis, mas, antes, será preciso justificar ao Exército o motivo da solicitação.

  • Blindagem nível I: protege contra ferros, pedras e armas calibre 22 a 38;

  • Blindagem nível II-A: todas do nível anterior + Magnum 357 e pistola 9mm;

  • Blindagem nível III-A: acrescenta ao leque proteção contra Magnum 44 e submetralhadora Uzi;

  • Blindagem nível III: Suporta as anteriores + fuzis M16, AK-47, AR-15, FAL, G36 e G3.

As blindagens do tipo IV e V são restritas ao uso civil e limitadas somente às transportadoras de valores ou ao Exército Brasileiro, e resistem inclusive às granadas.

Imagem interna mostra o nível de proteção de um carro blindado da Volvo (Imagem: Divulgação/Volvo Cars)
Imagem interna mostra o nível de proteção de um carro blindado da Volvo (Imagem: Divulgação/Volvo Cars)

Quanto custa blindar um carro?

Blindar um carro no Brasil não é um serviço barato, mas vem se tornando algo corriqueiro, especialmente nos grandes centros, principalmente por conta da escalada da violência. Se você quer saber quanto custa blindar um carro, agora o Canaltech vai responder para você.

Os preços que citaremos abaixo têm como base o IPB (Índice de Preços da Blindagem) do Portal Blindados, referência no segmento. Eles levam em conta apenas a média para aplicação da blindagem de nível III-A em carros 0km.

De acordo com o IPB referente a dezembro de 2022, o custo médio para blindar um carro do tipo sedan, como Toyota Corolla, Volkswagen Jetta ou Audi A3, é de cerca de R$ 62,5 mil. O preço para blindar carros compactos, como hatches, é cerca de 10% menor, e gira na casa dos R$ 55 mil.

Blindar um carro do tipo sedan, como o Jetta, da Volkswagen, custa em torno de R$ 62,5 mil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Blindar um carro do tipo sedan, como o Jetta, da Volkswagen, custa em torno de R$ 62,5 mil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

No segmento dos carros também estão inclusos os SUVs, queridinhos do mercado brasileiro já há um bom tempo, mas que também se tornaram alvo dos bandidos por seus preços mais elevados.

De acordo com o IPB, os custos para blindar veículos do tipo SUV são os seguintes:

  • SUVs médios (Jeep Compass, Volkswagen T-Cross, Corolla Cross, Chevrolet Tracker): R$ 68,3 mil;

  • SUVs grandes (Volvo XC90, Audi Q7, BMW X7): R$ 76,7 mil.

Quanto custa blindar uma picape?

Blindar carros comerciais leves, principalmente picapes, como a Chevrolet S10, a Fiat Toro, a Volkswagen Amarok ou a Toyota Hilux, é um pouquinho mais em conta do que os valores envolvidos para garantir a segurança de quem roda com SUVs grandes. Segundo o Portal dos Blindados, a média pedida por este tipo de serviço gira em torno de R$ 67,2 mil.

Quanto custa blindar uma van?

A blindagem de vans é oferecida tanto apenas para a cabine quanto para o compartimento de carga. A da cabine é a chamada nível III-A, mais eficiente contra as armas de fogo, enquanto a do baú é somente anti-arrombamento. Os preços partem de R$ 17 mil para os veículos considerados utilitários.

Blindar um caminhão custa caro, mas preços variam de acordo com tamanho e tipo escolhidos (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)
Blindar um caminhão custa caro, mas preços variam de acordo com tamanho e tipo escolhidos (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)

Quanto custa blindar um caminhão?

Se você chegou até aqui para saber quanto custa blindar um caminhão, certamente já se deu conta de que os valores envolvidos são bem maiores do que os listados para blindar carros, SUVs e outros tipos de veículos, certo?

A reportagem do Canaltech conversou com o pessoal da Autolife, empresa que há 25 anos trabalha em blindagem de veículos, com vasta experiência em caminhões e utilitários. E levantou os principais valores para quem não quer ser alvo ao carregar cargas pelas estradas brasileiras.

De acordo com a Autolife, a blindagem contra tiros é utilizada na cabine dos caminhões, enquanto nos baús a proteção oferecida é contra arrombamento, transformando o local em uma espécie de cofre. Para as cabines, o nível de blindagem é sempre o III-A.

Blindagem do baú não protege contra tiros, mas contra arrombamento (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)
Blindagem do baú não protege contra tiros, mas contra arrombamento (Imagem: Divulgação/Grupo Autolife)

Os preços partem de R$ 95 mil em caminhões do porte de um Scania, dependendo do nível de blindagem escolhido. Neste caso, nos baús os custos largam em R$ 55 mil. Se o caminhão for menor, como um 3/4 ou um “truck”, os preços também diminuem, e partem de R$ 40 mil (cabine) e R$ 30 mil (baú).

Regulamentação de veículo blindado

Agora que já mostramos quanto custa blindar um veículo, seja ele carro ou caminhão, vamos elencar o que é necessário fazer para tornar o procedimento legal. Um veículo blindado precisa, por exemplo, ter a alteração registrada no documento, o CRLV-e, e esta mudança precisa ser solicitada junto ao Detran em que ele foi registrado.

Feito isso, o Detran verificará se existem débitos pendentes do veículo do pleiteante e, se tudo estiver correto, expedirá a autorização prévia para o proprietário dar sequência no processo. A partir daí, os passos são os seguintes:

  1. Levar o carro a uma ITL (Instituição Técnica Legalizada) credenciada pelo Inmetro e homologada pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran);

  2. Obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV), que só é expedido após a inspeção da ITL;

  3. Levar o carro a uma ECV (Empresa Credenciada de Vistoria) para obter o laudo que libera a blindagem;

  4. Realizar o procedimento de blindagem;

  5. Retornar ao Detran com o veículo alterado e a documentação em mãos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: