Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.381,11
    +611,22 (+2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Quando Sandman estreia na Netflix?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uma das adaptações de quadrinhos mais esperadas de todos os tempos, Sandman finalmente vai ganhar sua versão em live-action na Netflix em breve. Depois de várias transformações no projeto, a clássica HQ de Neil Gaiman vai virar série e está prestes a chegar ao streaming.

E essa foi uma jornada que deixou os fãs ansiosos e aflitos por muito tempo. Isso porque os rumores e conversas sobre levar as histórias do Deus dos Sonhos para fora dos gibis é algo que vem circulando em Hollywood há muito tempo, a ponto de a adaptação se tornar uma lenda — ou, ainda pior, algo feito de qualquer jeito.

A boa notícia é que a confirmação de que os quadrinhos iriam virar uma série produzida pela Netflix com envolvimento direto de Gaiman e com um grau de fidelidade incrível mostra não só um respeito enorme com a obra original como também que toda a preocupação que permeou os fãs pela última pode ser deixada de lado.

Sandman vai finalmente ganhar uma versão em live-action. Mas estará à altura do clássico? (Imagem: Divulgação/Netflix)
Sandman vai finalmente ganhar uma versão em live-action. Mas estará à altura do clássico? (Imagem: Divulgação/Netflix)

O que é Sandman?

Se você caiu de paraquedas em meio ao hype do pessoal e não faz ideia do que se trata Sandman, a gente explica. Não tem nada a ver com o vilão do Homem-Aranha que apareceu em Sem Volta para Casa, mas com um dos quadrinhos mais aclamados das últimas décadas, um verdadeiro clássico cult que marcou toda uma geração.

Sandman é uma série de HQs publicada pela Vertigo, o antigo selo adulto da DC, e escrita pelo britânico Neil Gaiman — o mesmo de Deuses Americanos e Coraline, apenas para citar algumas de suas obras mais famosas. Contudo, apesar da popularidade dessas histórias, nenhuma se iguala à história do Deus dos Sonhos.

A história do Deus dos Sonhos era esteticamente muito bonita, mas eram os seus roteiros que brilhavam (Imagem: Reprodução/DC Comics)
A história do Deus dos Sonhos era esteticamente muito bonita, mas eram os seus roteiros que brilhavam (Imagem: Reprodução/DC Comics)

No finalzinho dos anos 1980, a indústria de quadrinhos dos EUA vivia a chamada Invasão Inglesa, que foi um período em que autores e artistas vindos da Inglaterra passaram a dar sua visão sobre o mundo dos super-heróis, seja reimaginando clássicos ou criando os seus próprios. Watchmen de Alan Moore é o exemplo mais claro disso.

Foi quando a DC trouxe Neil Gaiman para revitalizar um personagem um tanto quanto esquecido da sua galeria de personagens. Sandman era um herói da Era de Ouro da editora bastante desconhecido que combatia o crime usando uma estranha máscara e botando os bandidos para dormir. Só que Gaiman decidiu ignorar tudo isso e fazer sua própria interpretação desse universo, misturando muitos elementos místicos e esotéricos a esse personagem que, agora, era literalmente uma divindade.

As primeiras histórias desse novo Sandman foram publicadas originalmente em novembro de 1988 e foram um sucesso imediato, mostrando o retorno de Morpheus, a entidade responsável pelo Sonhar, depois de passar todo o século XX aprisionado.

Todo o universo construído em torno de Morpheus e seus irmãos é muito interessante e rica (Imagem: Reprodução/DC Comics)
Todo o universo construído em torno de Morpheus e seus irmãos é muito interessante e rica (Imagem: Reprodução/DC Comics)

A partir daí, as histórias acompanham esse protagonista na tentativa de reconstruir seu reino ao mesmo tempo em que desenvolve todo o universo à sua volta, incluindo os irmãos de Morpheus e todo o lado místico que nunca dava as caras nas revistas dos heróis.

E tudo isso é feito de uma forma bem coesa, costurando Batman e Constantine com Caim e Abel, trazendo Lúcifer para a roda e ainda misturando outras mitologias, o que fez com que o quadrinhos fosse sempre muito rico nesse aspecto cultural. Em paralelo, a escrita de Gaiman também era muito certeira nas críticas, trazendo mensagens e apontamentos no subtexto que elevavam muito a qualidade de cada edição. Por isso mesmo, Sandman se tornou um clássico atemporal.

A novela por trás da adaptação

Por ser uma HQ tão influente e popular, era óbvio que Hollywood ia crescer os olhos para ela à medida que as adaptações de gibi iam se tornando cada vez mais lucrativas no cinema. Por isso, as conversas sobre trazer um live-action de Sandman circulam há anos.

A primeira vez que ouvimos falar sobre o assunto foi durante a San Diego Comic-Con de 2007, quando o próprio Neil Gaiman começou a comentar a possibilidade. Sem dar muitos detalhes, ele dizia que um filme de sua obra parecia estar perto de acontecer, mas que ele só permitiria caso confiasse realmente no projeto e que tivesse algum produtor realmente apaixonado para encabeçar o projeto.

Mesmo com algumas mudanças aqui e ali, a adaptação da Netflix parece bastante fiel à obra original (Imagem: Divulgação/Netflix)
Mesmo com algumas mudanças aqui e ali, a adaptação da Netflix parece bastante fiel à obra original (Imagem: Divulgação/Netflix)

Só que as coisas não avançaram muito e o papo de adaptação só retornou em 2013, quando Joseph Gordon-Levitt (500 Dias com Ela) surgiu dizendo que iria produzir o longa juntamente com David Goyer. Até um roteirista chegou a ser nomeado na época.

Tudo parecia certo, mas a realidade se provou mais complicada. Até porque, três anos depois, o próprio ator disse que estava se afastando do projeto por causa de supostas diferenças criativas. As razões nunca foram detalhadas, mas Gordon-Levitt sugeriu que sua visão do personagem e da HQ não eram a mesma da New Line, que detinha os direitos da adaptação. Morria assim a tentativa de levar o clássico para o cinema.

Quando Sandman estreia na Netflix

Dessa forma, Sandman voltou para o limbo por quase uma década até ter sido confirmado como uma série na Netflix. Desta vez, parece que as coisas foram menos conturbadas e a produção conseguiu evoluir em um bom ritmo — ainda mais com uma pandemia no meio.

Assim, Sandman será lançada na Netflix no dia 5 de agosto. A primeira temporada terá 10 episódios e, levando em conta a extensão da obra original nos quadrinhos, é bem provável que tenhamos uma renovação em breve — isso, é claro, se os fãs aprovarem.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos