Mercado fechará em 2 h 41 min
  • BOVESPA

    108.180,13
    +1.708,21 (+1,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.237,85
    +514,42 (+1,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,84
    +0,83 (+0,93%)
     
  • OURO

    1.804,50
    +13,30 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    23.963,29
    +748,77 (+3,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,18
    +15,31 (+2,82%)
     
  • S&P500

    4.151,21
    +6,02 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    32.871,00
    +67,53 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.202,25
    -26,50 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2209
    -0,0457 (-0,87%)
     

Qualcomm se volta para câmeras e jogos com novo chip para smartphones premium

·1 min de leitura

Por Stephen Nellis

(Reuters) - A Qualcomm lançou seu novo chip de primeira linha, voltado para celulares Android de preço premium, com recursos como fotos e gráficos mais nítidos do que os aparelhos que usam chips de rivais.

A empresa é a maior fornecedora dos chips centrais de muitos telefones Android, competindo com rivais como MediaTek e Samsung, que usa componentes da Qualcomm em alguns de seus telefones, e chips autossuficientes para alguns modelos.

O chip Snapdragon 8 Gen 1 lançado na terça-feira terá núcleos de computação similares aos da MediaTek, que anunciou este mês um chip voltado para telefones premium. Mas quase todas as outras partes do processador são projetadas de pela Qualcomm, incluindo aquelas que desempenham um papel na qualidade visual das fotos e aplicativos com muitos gráficos, como os jogos.

Alex Katouzian, vice-presidente sênior e gerente geral de dispositivos móveis, computação e infraestrutura da Qualcomm, disse que a empresa está desenvolvendo um software que permitirá que os fabricantes de celulares explorem mais profundamente essas partes do chip.

"Não é só dizer que tenho a maior CPU e posso atingir um benchmark que dura um minuto", disse Katouzian à Reuters. "Temos todos esses recursos, e o que realmente importa é a experiência do usuário. Isso vai fazer a diferença."

A Qualcomm disse que mais de uma dúzia de fabricantes de telefones - incluindo Xiaomi, Sony e Honor, a marca derivada da Huawei - já se inscreveram para usar os novos chips e que os aparelhos com a tecnologia estarão no mercado antes do final do ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos