Mercado abrirá em 1 h 56 min
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,79
    -4,30 (-4,67%)
     
  • OURO

    1.792,70
    -22,80 (-1,26%)
     
  • BTC-USD

    24.272,73
    -367,98 (-1,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    575,57
    +4,29 (+0,75%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.493,27
    -7,62 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.542,25
    -35,50 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1663
    -0,0372 (-0,71%)
     

Qualcomm anuncia chips Snapdragon W5+ e W5 para smartwatches

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Nesta terça-feira (19), a Qualcomm oficializou a nova geração de chips para vestíveis: Snapdragon W5 Gen 1 e W5+ Gen 1. Fabricados com processo de 4 nm, os processadores prometem uma grande evolução em comparação ao antecessor Snapdragon Wear 4100+.

A Qualcomm sugere que o Snapdragon W5+ Gen 1 terá o dobro de desempenho usando metade da energia em comparação ao Wear 4100+. Segundo a marca, o chip de 4 nm consegue entregar até 50% mais de vida útil de bateria e ocupa 30% menos espaço interno dos vestíveis do que os antigos processadores de 12 nm.

A mudança de litografia é considerada um grande avanço e pode colocar a plataforma em vantagem em relação aos "rivais". Para uma comparação, o Exynos W920 usado no Galaxy Watch 4 e Galaxy Watch 4 Classic da Samsung usa a tecnologia de 5 nm e o S7 que equipa o Apple Watch Series 7 é fabricado com nó de 7 nm.

Conjunto de especificações do Snapdragon W5+ Gen 1 em compração ao Snapdragon Wear 4100+ (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Conjunto de especificações do Snapdragon W5+ Gen 1 em compração ao Snapdragon Wear 4100+ (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

Diferenças entre os chips Snapdragon W5

Desenvolvido para alimentar smartwatches premium, o flagship Snapdragon W5+ Gen 1 usa uma arquitetura hibrida com um coprocessador. O componente de 22 nm será responsável por gerenciar todos os sensores e as tarefas em segundo plano, como reprodução de áudio e notificações, usando menos energia.

Assim, o “processador principal” será usado apenas com recursos interativos, como chamadas, watchfaces 3D com animação e navegação do GPS. Em conjunto, a plataforma oferece conexões Bluetooth 5.3 de baixo consumo, Wi-Fi e um novo modem LTE com baixo consumo de energia.

Para que tudo isso funcione, o Snapdragon W5+ Gen 1 é formado por quatro núcleos de desempenho ARM Cortex-A53 e um núcleo de eficiência Cortex-M55 (250 MHz). O chipset ainda conta com a GPU A702 com velocidade de clock de 1 GHz, um grande salto comparado com a GPU A504 de 320 MHz da geração anterior.

Outra atualização da plataforma para vestíveis é o suporte para memória RAM LPDDR4 com velocidade de 2.133 MHz. Bem como, o processador traz uma unidade integrada U55 dedicada a Machine Learning.

Quadro comparativo entre o Snapdragon Wear 4100+ e o novo Snapdragon W5+ Gen 1 (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Quadro comparativo entre o Snapdragon Wear 4100+ e o novo Snapdragon W5+ Gen 1 (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

Sem a presença do coprocessador, o Snapdragon W5 Gen 1 “padrão” repete as mesmas configurações da versão flagship e será uma plataforma indicada para vestíveis que não exigem tantos recursos para economia de energia. Segundo a Qualcomm, o chipset deve alimentar gadgets para o público infantil e dispositivos intermediários voltados para a saúde.

Como esperado, a fabricante norte-americana desenvolveu os novos chipsets em colaboração com o Google. Então, isso deve garantir que os componentes tenham desempenho otimizado ao atuar com o sistema operacional Wear OS.

Previsão de lançamento

Os primeiros smartwatches com a série Snapdragon W5 Gen 1 devem chegar ao mercado em breve. O Oppo Watch 3, previsto para estrear em agosto, pode ser o primeiro relógio inteligente a adotar a nova plataforma da Qualcomm.

A fabricante dos chipsets cita haver cerca de 25 smartwatches com o W5+ e o W5 em desenvolvimento. Além disso, a marca fez uma parceria com a Compel e a Pegatron para criar modelos de referência e colaborar com os parceiros na produção de novos produtos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos