Mercado abrirá em 9 h 39 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,25
    -0,05 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.751,80
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    44.479,99
    +782,88 (+1,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.113,10
    +4,18 (+0,38%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.555,00
    +44,02 (+0,18%)
     
  • NIKKEI

    30.200,89
    +561,49 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.297,50
    -6,00 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2258
    +0,0008 (+0,01%)
     

"Qual que é o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara?", questiona Guedes

·1 minuto de leitura
"Qual que é o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara?", questiona Guedes

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, questionou na quarta-feira qual seria o problema de a energia ficar mais cara em meio às consequências da crise hídrica do Brasil e do impacto do aumento das contas de luz sobre a inflação.

O Brasil passa por sua maior crise hídrica em mais de 90 anos nos reservatórios de suas hidrelétricas, principal fonte de eletricidade no país.

"Qual que é o problema agora que a energia vai ficar um pouco mais cara porque choveu menos?", disse Guedes na véspera, no lançamento da Frente Parlamentar do Empreendedorismo na Câmara dos Deputados.

"Ou o problema agora é que tá tendo uma exacerbação porque anteciparam as eleições? Tudo bem, Vamos tapar o ouvido, vamos atravessar, vai ser uma gritaria danada mas vamos chegar lá, vamos ter as eleições, vai acontecer tudo que tem que acontecer", afirmou o ministro.

Na quarta-feira, o governo federal publicou um decreto que estabelece medidas para redução do consumo de energia elétrica em prédios públicos, com o objetivo de economizar de 10% a 20% em relação aos volumes anteriores à pandemia.

Em meio à crise hídrica e à bandeira vermelha patamar 2, a pressão de energia elétrica levou a prévia da inflação oficial do Brasil a disparar para o nível mais alto para um mês de agosto em quase duas décadas, mostraram dados do IBGE na quarta-feira.

(Por Luana Maria Benedito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos