Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.132,53
    +346,23 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.200,59
    -535,89 (-1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,86
    +0,95 (+2,12%)
     
  • OURO

    1.806,10
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    18.786,54
    -254,30 (-1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    369,71
    -0,81 (-0,22%)
     
  • S&P500

    3.629,65
    -5,76 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    29.872,47
    -173,77 (-0,58%)
     
  • FTSE

    6.391,09
    -41,08 (-0,64%)
     
  • HANG SENG

    26.669,75
    +81,55 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.168,75
    +92,75 (+0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3377
    -0,0592 (-0,93%)
     

Qual a diferença entre modem e roteador

Matheus Bigogno Costa
·3 minuto de leitura

Atualmente, é difícil encontrar aqueles que nunca ouviram falar de um modem ou de um roteador. Apesar de muitas vezes serem assimilados às mesmas funções, estes dois tipos de hardware possuem diferenças significativas.

O modem é responsável por decodificar a internet que chega do provedor para a sua casa, enquanto o roteador é responsável por distribuir a internet para dois ou mais dispositivos. Mas, as diferenças não param por aí! Abaixo, você pode conferir o que fazem e quais as principais diferenças entre o modem e o roteador!

O que o modem faz

Ao contratar um plano de internet para a sua residência, você precisará de um aparelho que é capaz de permitir que a internet seja acessada. Este aparelho é o modem, que geralmente é fornecido pela operadora, e é ele o responsável por permitir que o sinal enviado por ela chegue até você de forma estável.

O modem é responsável por converter o sinal analógico da internet para o sinal digital (Imagem: Reprodução/Huawei)
O modem é responsável por converter o sinal analógico da internet para o sinal digital (Imagem: Reprodução/Huawei)

Indo um pouco mais a fundo, é possível compreender a necessidade do modem. Um dispositivo como PC ou celular só são capazes de processar sinais digitais, ao passo que os sinais enviados de fora geralmente são analógicos, como por exemplo: ADSL (via telefone), rádio (para internet via rádio) e óptico (para fibra ótica).

Portanto, é o modem que vai realizar o papel de transformar o sinal analógico em digital (demodular) e o sinal digital em analógico (modular). Isso acontece porque os dispositivos não só recebem informações da internet, mas também enviam. Pelo fato de estes processos serem conhecidos como “modular” e “demodular”, o nome “modem” veio da junção das duas palavras.

O que o roteador faz

Por outro lado, o roteador é o nome dado ao aparelho que é responsável por dividir o já convertido sinal digital da internet para dois ou mais dispositivos. Este processo pode ser feito através do cabo de rede ou do sinal de Wi-Fi.

O roteador é responsável por distribuir entre dois ou mais dispositivos o sinal da internet (Imagem: Reprodução/D-Link)
O roteador é responsável por distribuir entre dois ou mais dispositivos o sinal da internet (Imagem: Reprodução/D-Link)

Tecnicamente falando, se você possui apenas um PC que pode ser conectado pelo cabo, não é necessário ter um roteador. Porém, como muitos usuários possuem celular, computador, tablet e outros dispositivos inteligentes com acesso à internet, o roteador acaba se tornando um item necessário.

Dispositivos híbridos

No mercado existem inúmeros modelos de modems e roteadores, porém, também é possível encontrar alguns que realizam as duas funções ao mesmo tempo. Ou seja, o aparelho irá decodificar a internet recebida ao mesmo tempo que pode distribuí-la para todos os seus dispositivos.

O modem roteador é um dispositivo híbrido que engloba as duas funçoões (Imagem: Reprodução/TP-Link)
O modem roteador é um dispositivo híbrido que engloba as duas funçoões (Imagem: Reprodução/TP-Link)

Dispositivos híbridos podem ser muito úteis para aqueles que utilizam a internet em poucos cômodos da residência ou da empresa, mas pode ser que não sejam completos para as duas funções, principalmente a de roteador. Para aqueles que possuem muitos dispositivos e um amplo espaço, talvez seja melhor investir em um roteador mais potente.

Algumas boas práticas

Existem casos em que a falta de sinal de internet pode não ser culpa da conexão do modem ou do roteador, mas da sua localização. Por comodidade, os roteadores acabam sendo posicionados perto do modem, mas nem sempre acabam ficando nos melhores lugares do ambiente.

Se possível, em casos como esse, tente localizar o melhor lugar da sua casa, para que o sinal possa ser acessado mesmo de pontos remotos. Caso isso não seja possível, é muito provável que você precise instalar um repetidor de sinal.

Reinicie o seu modem e roteador com frequência. Assim como todo hardware, mantê-lo constantemente ligado pode fazer com que ele passe por algum tipo de instabilidade e apresente algumas falhas. A reinicialização dos aparelhos pode acabar resolvendo este tipo de problema.

Agora que você está um pouco mais familiarizado com os conceitos de modem, roteador e modelos híbridos, pode escolher o que melhor atende às suas necessidades!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: