Mercado fechará em 16 mins
  • BOVESPA

    101.083,78
    -101,31 (-0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.871,62
    +662,52 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,85
    -0,35 (-0,48%)
     
  • OURO

    1.964,40
    -9,10 (-0,46%)
     
  • Bitcoin USD

    28.338,31
    +1.066,03 (+3,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    618,28
    +17,31 (+2,88%)
     
  • S&P500

    4.026,57
    +55,30 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    32.690,63
    +296,38 (+0,91%)
     
  • FTSE

    7.564,27
    +80,02 (+1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.192,40
    +407,75 (+2,06%)
     
  • NIKKEI

    27.883,78
    +365,53 (+1,33%)
     
  • NASDAQ

    12.979,50
    +247,00 (+1,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5686
    -0,0320 (-0,57%)
     

Qual é o celular mais barato do mundo?

O universo dos celulares não costuma englobar muitos modelos extremamente baratos, já que mesmo as opções mais simples costumam ter preços na casa dos três dígitos. Porém, existem alguns representantes alternativos que já se destacaram pelo oposto, com valores bem abaixo do mercado. Mas qual o celular mais barato do mundo? Fomos atrás de descobrir.

Freedom 251 custava R$ 16, mas é centro de polêmica

Aparelho custava cerca de R$ 16 em conversão direta (Imagem: Vishal Mathur)
Aparelho custava cerca de R$ 16 em conversão direta (Imagem: Vishal Mathur)

Alguns anos atrás, a marca indiana Ringing Bells chegou ao mercado com uma proposta bastante ousada: vender um modelo chamado Freedom 251 pelo preço de 251 rúpias — equivalentes a cerca de R$ 16 em conversão direta.

Como é de se esperar, o conjunto de especificações do dispositivo não trazia nada que chamasse a atenção. Sua ficha técnica incluía um processador quad-core de 1,3 GHz, 1 GB de memória RAM e 8 GB de armazenamento interno — na prática, ele era mais fraco que boa parte dos smartwatches atuais.

Além disso, o dispositivo ainda oferecia uma tela IPS de 4 polegadas e bateria de 1.450 mAh. Sua câmera principal tinha 3,2 MP, enquanto a frontal contava com 0,3 MP.

Mesmo assim, a bagatela de R$ 16 parecia ser um negócio bom demais para ser verdade. E era.

Algum tempo depois, a Ringing Bells foi acusada de fraude por conta do Freedom 251. Na verdade, o aparelho era produzido pela chinesa Adcom, cuja marca era escondida com o uso de corretivo.

Freedom 251 não passou de uma fraude (Imagem: Reprodução/Times of India)
Freedom 251 não passou de uma fraude (Imagem: Reprodução/Times of India)

Além disso, descobriu-se que o modelo de negócio da empresa indiana era dependente de acordos que exigiam uma grande quantidade de unidades vendidas, o que não aconteceu. Um ano depois, o CEO da Ringing Bells foi preso com acusações relacionadas à formação de esquema de pirâmide.

Qual o celular mais barato para comprar atualmente?

Positivo P26 pode ser encontrado por R$ 75 (Imagem: Divulgação/Positivo)
Positivo P26 pode ser encontrado por R$ 75 (Imagem: Divulgação/Positivo)

Diversas marcas se destacam por oferecer opções mais baratas de celulares, como a Nokia, Multilaser, TCL e mais. Porém, o posto de celular mais acessível no momento fica com a Positivo, por meio do modelo P26.

Por cerca de R$ 75, ele oferece um conjunto de especificações extremamente simples. Sua tela de 1,8 polegada tem resolução de 128 x 160 pixels, e há suporte apenas para conexões 2G.

Uma câmera VGA fica na parte traseira, enquanto a RAM é de 32 MB. O armazenamento interno também fica em 32 MB, com possibilidade de expansão a até 32 GB por cartão micro SD.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: