Mercado fechará em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    114.084,82
    +1.802,54 (+1,61%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.482,43
    +144,09 (+0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,29
    +1,06 (+1,47%)
     
  • OURO

    1.750,50
    -28,30 (-1,59%)
     
  • BTC-USD

    44.703,92
    +1.209,65 (+2,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.121,06
    +12,14 (+1,09%)
     
  • S&P500

    4.457,38
    +61,74 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    34.815,14
    +556,82 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.332,75
    +169,25 (+1,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2318
    +0,0230 (+0,37%)
     

Qual é a influencia da queda do PIB sobre os investimentos?

·2 minuto de leitura

Por mais que a retração seja mínima, a queda do PIB influencia de forma negativa a bolsa de valores e o mercado em si.

Em momentos assim, é natural que haja um receio do mercado com relação à evolução econômica do país. Tal situação levanta dúvidas e oportunidades.

Porque o PIB é importante?

O PIB não é uma métrica definitiva na análise e tomada de decisão sobre investimentos, mas, através dele, os investidores tem uma noção sobre o mercado de determinado pais.

No caso do Brasil, a retração do PIB, mostra que a recuperação econômica vem enfrentando alguns problemas.

A inflação e alta dos juros são dois fatores que podem estar influenciando de forma negativa o PIB.

Além disso, ainda existe a taxa de desemprego que permanece alta. Segundo o IBGE, no segundo trimestre de 2021, o desemprego ficou em 14,1%.

Com menos pessoas empregadas, há menos dinheiro girando a economia, fato que pode influenciar negativamente o PIB.

PIB em baixa abre novas oportunidades.

Com o PIB em retração, a bolsa de valores não vem perfomando bem. Inclusive, comparado a outros mercados, o Brasil vem andando de lado.

É claro que além das questões econômicas, e do PIB em si, há várias outros fatores que podem influenciar a bolsa de valores brasileira e o mercado como um todo.

Mas de qualquer forma, a depreciação do índice Ibovespa mostra boas oportunidades no mercado de ações e até no investimento em ETF (fundos de índices).

Em uma situação um pouco mais cômoda, a bolsa de valores estaria progredindo, porem, a economia nacional não vem reagindo como se esperava.

Enquanto o Ibovespa vem registrando queda de 1,62% em 2021 (até o presente momento), outros índices, como é o caso do S&P 500 (índice dos Estados Unidos), vem registrando valorização de 22,56%. O índice DAX, referente a bolsa alemã, vem registrando alta de 14,97% e até o MERVAL, da Argentina, em 2021 vem alcançando ganhos da ordem dos 45%.

Observando isso, existe a ideia de alocar recursos em ativos que possam estar depreciados devido ao contexto nacional, mas não porque a companhia é ruim, ou porque o índice não é bom.

Ao comprar ações ou cotas de fundos que estão em queda, o investidor tem uma oportunidade de alcançar bons lucros no médio a longo prazo.

Outro ponto está associado aos ativos estarem mais “em conta”, ou baratos. Com boas empresas sendo negociadas a valores mais interessantes. Dependendo da situação a oportunidade de realizar bons investimentos.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos